Tratamento do Câncer de cólon (PDQ®) -Saúde …

Tratamento do Câncer de cólon (PDQ®) -Saúde …

Tratamento do Câncer de cólon (PDQ®) -Saúde ...

T primário = tumor; N = linfonodos Regionais; M = metástases a distancia.

hum cTNM E a classificação clínica e pTNM E a classificação patológica. O y prefixo E USADO parágrafo aqueles cancros Que São Classificados APOS pré-Tratamento neoadjuvante (Por Exemplo ypTNM). Os patients Que Tem Uma RESPOSTA patológica completa (ypT0, N0, CM0) PODE Ser semelhante Ao grupo de fase 0 ou I. O prefixo r E Para Ser utilizada parágrafo OS Tipos de Câncer Que Tem recidivas APOS UM Intervalo Livre de Doença (rTNM) .

b Um satélite nódulo peritumoral não Tecido adiposo pericolorectal de hum carcinoma primário sem Evidência histológica de linfonodo residual nenhum nódulo PODE representar PROPAGAÇÃO descontínua, Invasão venosa com espalhar extravascular (V1 / 2), OU UM linfonodo Totalmente substituída (N1 / 2). NÓS substituídas devem Ser Contados separadamente Como NÓS Positivos na categoria N, that um PROPAGAÇÃO descontínua OU Invasão venosa devem Ser classificadas e contadas nsa site-specific categoria Fator tumorais Depósitos.

Dukes C B e Um Composto de Melhor (T3, N0, M0) e grupos de Prognóstico Pior (T4, N0, M0), Como E Dukes C (QUALQUÉR T, N1, M0 OU QUALQUÉR T, N2, M0).

d MAC E uma classificação Astler-Coller modificado.

e Tis inclui Células cancerosas confinados Dentro da membrana basal glandular (intra-epitelial) Própria OU mucosa limbo (intramucoso) sem Extensão atraves dos Camada muscular da mucosa Pará uma submucosa.

g tumor Que É aderente uma Outros Órgãos OU Estruturas, grosseiramente, E classificada cT4b. No entanto, se Nenhum tumor ESTÁ Presente na adesão, microscopicamente, a DEVE Ser classificação pT1-4a dependendo da profundidade anatómica da Invasão da Parede. Como classificações e V L DEVE Ser Usada Para identificar uma Presença OU ausencia de Invasão vascular OU linfático fator enquanto that o Específico do local, NP DEVE Ser Utilizado Para perineural.

QUALQUÉR t, QUALQUÉR N, M1D

M1b = metástases em gt; 1 / Orgão local UO o peritônio.

Referências
  1. Cólon e reto. In: Borda SB, Byrd DR, Compton CC, et al. eds. Câncer AJCC Staging Manual. ed 7a. New York, NY: Springer, 2010, pp 143-64.
  2. Cólon e reto. In: Comité Misto americana Sobre o Câncer: Câncer AJCC Staging Manual. 6th ed. Nova Iorque, Nova Iorque: Springer, 2002, pp 113-124.
  3. Compton CC, Greene FL: O estadiamento do Câncer colorretal: 2004 e Além. CA Câncer J Clin 54 (6): 295-308, 2004 Nov-dezembro [PubMed Abstract]
  4. Nelson H, Petrelli N, Carlin A, et al. Diretrizes de 2000 Pará cólon e Cirurgia de retal Câncer. J Natl Cancer Inst 93 (8): 583-96, 2001. [PubMed Abstract]
  5. Swanson RS, Compton CC, Stewart AK, et ai. O Prognóstico de Câncer do cólon T3N0 E Dependente do Número de nódulos linfáticos examinados. Ann Surg Oncol 10 (1): 65-71, 2003 Jan-fevereiro [PubMed Abstract]
  6. Le Voyer TE, Sigurdson ER, Hanlon AL, et al. Sobrevivência do Cancro do cólon ESTÁ Associada com o aumento do Número de linfonodos analisados: Uma Pesquisa Secundária de Julgamento intergrupo INT-0089. J Clin Oncol 21 (15): 2912-9, 2003. [PubMed Abstract]
  7. Prandi H, R Lionetto, Bini A, et al. Avaliação do Prognóstico de patients com Câncer de cólon Estágio B E Melhorada Por uma linfadenectomía adequada: Resultados de Uma Análise Secundária de hum Ensaio adjuvante grande escala. Ann Surg 235 (4): 458-63, 2002. [PubMed Abstract]
  8. Tepper JE, O’Connell MJ, Niedzwiecki D, et al. Impacto do Número de linfonodos recuperados na Evolução de patients com Câncer retal. J Clin Oncol 19 (1): 157-63, 2001. [PubMed Abstract]

Opção Overview Tratamento Para o Cancro do cólon

Tabela 6. Opções de Tratamento Padrão parágrafo Estágios 0-III Cancro do cólon

Opções de Tratamento Padrão

Primária Cirúrgica Terapia

O Tratamento Padrão parágrafo patients com Câncer de cólon TEM SIDO uma ressecção Cirúrgica Aberta dos gânglios linfáticos Primarios e Regionais Para a Doença localizada.

O papel das Técnicas laparoscópicas [1] -4 nenhuma Tratamento de Câncer de cólon foi examinado em Dois Estudos.

Meios de prova (Técnicas de laparoscopia):

  1. Um Estudo Multicêntrico, prospectivo, randomizado, de Nao inferioridade (NCCTG-934653 [NCT00002575]) EM Comparação colectomia acompanhada de por laparoscopia (ALC) com colectomia Aberta EM 872 patients.
  • Em hum Acompanhamento medio de 4,4 anos, como taxas de recorrência de 3 anos (16% vs. 18% LAC colectomia Aberta; hazard ratio [HR] Para uma recorrência, 0,86; 95% Intervalo de Confiança [IC], 0,63-1,17; P = 0,32) e 3 anos de sobrevida) taxas globais (OS (86% vs. 85% LAC colectomia Aberta; RH Pará uma morte na ALC, 0,91; IC 95%, 0,68-1,21; P = 0,51) were semelhantes em Ambos OS grupos Para Todos OS Estágios da Doença avaliadas. A recorrência do tumor incisões cirúrgicas foi inferior a nº 1% Ambos OS grupos [5] [Nível de Evidência: 1iiA].
  • hospitalar diminuiu Estadia (5 dias Aberta LAC vs. 6 dias colectomia, P lt; 0,001) e diminuição da utilização de Analgésicos were relatadas no grupo ALC. A taxa de Conversão de 21% da LAC Para abrir Procedimento foi mostrado.
  • Este Estudo excluiu patients com Doença localmente Avançada, cólon transverso e localizações de Tumores retais e lesões perfuradas. Cada hum dos 66 Cirurgiões Que participam no Ensaio tinham Realizado Pelo Menos 20 PMA e were credenciados parágrafo Participação no Estudo APOS Revisão videotape Independente assegurou Princípios oncológicos e cirúrgicas Indicato were mantidos. [5] O Componente de Qualidade de vida Deste Julgamento foi publicado separadamente e were relatados Mínimas de Curto Prazo de Qualidade de vida Benefícios com LAC [6] [Nível de Evidência: 1iiC].
  • Um Pequeno, single-Instituição Estudo randomizado de 219 patients mostrou that o Procedimento LAC foi independentemente Associada com a recorrência do tumor Reduzido na multivariada Análise [7] [Nível de Evidência: 1iiB].
  • A curativa Cirurgia E EM 25% a 40% DOS PACIENTES Altamente Seleccionados that desenvolvem metástases operados sem Fígado e pulmão. Técnicas e avanços na Imagem Surgical pré-operatória melhorados, TEM Permitido Uma Melhor Seleção de patients parágrafo a ressecção.

    Um adjuvante quimioterapia

    O valor potencial da quimioterapia adjuvante parágrafo patients com Estágio II de Câncer de cólon E controversa. Análise de Dados agregados e meta-analyses TEM sugerido Uma Melhoria de 2% a 4% no OS parágrafo OS PACIENTES Tratados com fluorouracil adjuvante (5-FU) uma baseada terapia em Comparação com a Observação. [8 -10] (Consulte a Seção Tratamento fazer Colon Deste INFORMAÇÕES resumo parágrafo MAIS câncer em estágio II.)

    Antes de 2000, a 5-FU foi um Única quimioterapia citotóxica Útil sem ajuste parágrafo patients com Estágio III Cancro do cólon adjuvante. Desde 2000, a Capecitabina foi estabelecida Como Uma alternativa equivalente a 5-FU e leucovorina. A adição de oxaliplatina de 5-FU e leucovorina foi mostrado Para melhorar um sistema operacional em Comparação com 5-FU e leucovorina Sozinho. (Cancer Treatment Consulte a Seção Fase III Colon Deste resumo parágrafo MAIS INFORMAÇÕES).

    regimes de quimioterapia

    Tabela 8 descreve regimes Os de quimioterapia parágrafo TRATAR o Câncer de cólon.

    Tabela 8. Combinações Medicamentos USADO parágrafo TRATAR o Cancro do cólon

    radioterapia adjuvante

    Enquanto terapia combinada com a quimioterapia ea terapia de Radiação TEM UM papel significativo no Tratamento de Doentes com Cancro retal (Abaixo da Reflexão peritoneal), o papel da terapia de Radiação adjuvante parágrafo patients com Cancro do cólon (Acima da Reflexão peritoneal) NÃO ESTÁ Bem Definido. Padrões de atendimento Analisa e Única Instituição Comentários retrospectivos sugerem hum papel Pará uma terapia de Radiação em certos subgrupos de alto Risco de patients com Câncer de cólon (Por Exemplo, T4, Localização do tumor em LOCAIS de imóveis, perfuração LOCAIS, Obstrução e pos- ressecção de Doença residual). [11 -16]

    Evidence (radioterapia adjuvante):

    1. ESTAS OBSERVAÇÕES conduziram ao Desenvolvimento de hum Estudo intergrupo randomizado de fase III concebido parágrafo Testar o Benefício da adição de terapia de Radiação Para uma Cirurgia e quimioterapia com 5-FU-levamisol parágrafo Doentes com Cancro do cólon de alto Risco Selecionado (Por Exemplo, T4 ; OU T3, N1-N2 ascendente e / ou cólon descendente). [17]
    • Este Ensaio Clínico Fechado Mais Cedo Secundária Ao acúmulo inadequado do Paciente, e Análise de 222 Pacientes Inscritos (o Objetivo inicial era de 700 patients) NÃO demonstrou nenhuma recaída OU OS Benefício PARA O grupo that recebeu uma terapia de Radiação, embora o * Tamanho da Amostra e Poder Estatístico were insuficientes Para excluir Benefício.

    terapia adjuvante Radiação Não Tem hum papel Padrão de corrente na Gestão de patients com Cancro do cólon apos ressecção curativa, embora POSSA ter hum papel parágrafo OS PACIENTES COM Doença residual.

    Referências
    1. Bokey EL, Moore JW, Chapuis PH, et al. Morbidade e Mortalidade APOS hemicolectomia Direita laparoscópica PARA O Câncer. Dis Colon Recto 39 (10 Suppl): S24-8, 1996. [PubMed Abstract]
    2. Franklin ME Jr, Rosenthal D, Medina Abrego-D, et ai. Comparação prospectiva de Aberto contra Cirurgia de cólon laparoscópica parágrafo carcinoma. Resultados ano de Cinco. Dis Colon Recto 39 (10 Suppl): S35-46, 1996. [PubMed Abstract]
    3. Fleshman JW, Nelson H, Peters WR, et al. Os Primeiros Resultados da Cirurgia laparoscópica PARA O Câncer colorretal. Análise retrospectiva de 372 patients Tratados POR desfechos Clínicos de terapia Cirúrgica (COST) Grupo de Estudo. Dis Colon Recto 39 (10 Suppl): S53-8, 1996. [PubMed Abstract]
    4. Resultados Clínicos de terapia Cirúrgica Grupo de Estudo: Comparação entre o colectomia por vía laparoscópica Assistida e Aberto PARA O Câncer de cólon. N Engl J Med 350 (20): 2050-9, 2004. [PubMed Abstract]
    5. Semanas JC, Nelson H, Gelber S, et al. A Curto Prazo OS Resultados de Qualidade de vida seguintes colectomia laparoscópica vs colectomia Aberta Para Câncer de cólon: um Ensaio randomizado. JAMA 287 (3): 321-8, 2002. [PubMed Abstract]
    6. Lacy AM, García-Valdecasas JC, Delgado S, et al. colectomia acompanhada POR laparoscopia contra colectomia Aberta Para o Tratamento de Câncer de cólon Não-metastático: um Ensaio randomizado. Lancet 359 (9325): 2224-9, 2002. [PubMed Abstract]
    7. Eficacia do fluorouracil e ácido folínico adjuvante não B2 Câncer de cólon. Internacional Multicentre Análise dos Resultados dos testículos de Câncer fazer B2 cólon (IMPACT B2) Investigators. J Clin Oncol 17 (5): 1356-1363, 1999. [PubMed Abstract]
    8. Gill S, Loprinzi CL, Sargent DJ, et al. Análise da terapia adjuvante à base de fluorouracil de Reunidas parágrafo a fase II e III do Cancro do cólon: Quem se beneficiá e POR Quanto? J Clin Oncol 22 (10): 1797-806, 2004. [PubMed Abstract]
    9. Mamounas E, wieand S, Wolmark N, et al. eficacia comparativa da quimioterapia adjuvante em patients com ‘B contra Dukes’ Dukes Câncer de cólon C: Resultados de Quatro National Surgical adjuvante mama e Estudos adjuvantes do Cólon Projeto (C-01, C-02, C-03 e C-04) J Clin Oncol 17 (5): 1349-1355, 1999. [PubMed Abstract]
    10. Willett C, Tepper JE, Cohen, A. et ai. falha local, apos uma ressecção curativa do adenocarcinoma do cólon. Int J Radiat Oncol Biol Phys 10 (5): 645-51, 1984. [PubMed Abstract]
    11. Willett C, Tepper JE, Cohen, A. et ai. carcinoma do cólon obstrutiva e perfurado de: Padrões de Fracasso. J Clin Oncol 3 (3): 379-84, 1985. [PubMed Abstract]
    12. Gunderson LL, Sosin H, Levitt S: Colon extrapélvico – áreas de falha em Uma série reoperação: implicações Para a terapia adjuvante. Int J Radiat Oncol Biol Phys 11 (4): 731-41, 1985. [PubMed Abstract]
    13. Willett CG, Fung CY, Kaufman DS, et ai. radioterapia pós-operatória PARA O carcinoma do cólon de alto Risco. J Clin Oncol 11 (6): 1112-7, 1993. [PubMed Abstract]
    14. Willett CG, Goldberg S, Shellito PC, et ai. Sera que a irradiação pós-operatória desempenhar UM papel na terapia adjuvante do Câncer de cólon Estágio T4? Cancer J Sci Am 5 (4): 242-7, 1999 Jul-agosto [PubMed Abstract]
    15. Schild SE, Gunderson LL, Haddock MG, et al. O Tratamento de Câncer de cólon localmente Avançado. Int J Radiat Oncol Biol Phys 37 (1): 51-8, 1997. [PubMed Abstract]
    16. Martenson JA Jr, Willett CG, Sargent DJ, et al. Estudo de Fase III da quimioterapia adjuvante e radioterapia em Comparação com quimioterapia Sozinha sem Tratamento adjuvante Cirúrgico do Câncer de cólon: Resultados do protocolo de intergrupo 0130. J Clin Oncol 22 (16): 3277-83, 2004. [PubMed Abstract]

    Tratamento do Câncer Estágio 0 Colon

    Fase 0 Cancro do cólon E A MAIS superficial de Todas como lesões e e limitada à mucosa sem Invasão da lâmina própria. Devido à SUA Natureza superficial, o Procedimento Cirúrgico, PODE Ser limitado.

    Opções de Tratamento Padrão parágrafo Câncer em Estágio 0 Colon

    Cirurgia

    opções de Tratamento Padrão Para a fase 0 Câncer de cólon incluem o Seguinte:

    1. excisão local, polipectomia UO simples com Margens libras.
    2. ressecção do cólon parágrafo lesões MAIORES NÃO passíveis de excisão local.

    Ensaios Clínicos Atuais

    Informações Gerais Sobre Ensaios Clínicos TAMBÉM ESTÁ Disponível nenhum site da NCI.

    Tratamento do Câncer Fase I Colon

    Devido à SUA Natureza localizada, a fase I Cancro do cólon TEM Uma Alta taxa de cura.

    Opções de Tratamento Padrão Para a Fase I Cancro do cólon

    Cirurgia

    opções de Tratamento Padrão Para o Cancro do cólon fase I incluem o Seguinte:

    1. ressecção Cirúrgica Ampla e anastomose.

    Meios de prova (Técnicas de laparoscopia):

    O papel das Técnicas laparoscópicas [1] -4 nenhuma Tratamento de Câncer de cólon foi examinado em hum Estudo Multicêntrico, prospectivo, randomizado (NCCTG-934653 [NCT00002575]) comparando colectomia acompanhada POR laparoscopia (LAC) com colectomia Aberta.

    • taxas de recorrência de Três ano e taxas de sobrevida de global de 3 anos were semelhantes Nós Dois grupos. (Consulte a Seção de terapia Cirúrgica Primária na Seção Opção Overview Tratamento Deste resumo Para mais informacoes.)
    • O Componente de Qualidade de vida Deste Julgamento foi publicado e were relatados Mínimas de Curto Prazo de Qualidade de vida Benefícios com LAC [5] [Nível de Evidência: 1iiC].

    Ensaios Clínicos Atuais

    Informações Gerais Sobre Ensaios Clínicos TAMBÉM ESTÁ Disponível nenhum site da NCI.

    Referências
    1. Bokey EL, Moore JW, Chapuis PH, et al. Morbidade e Mortalidade APOS hemicolectomia Direita laparoscópica PARA O Câncer. Dis Colon Recto 39 (10 Suppl): S24-8, 1996. [PubMed Abstract]
    2. Franklin ME Jr, Rosenthal D, Medina Abrego-D, et ai. Comparação prospectiva de Aberto contra Cirurgia de cólon laparoscópica parágrafo carcinoma. Resultados ano de Cinco. Dis Colon Recto 39 (10 Suppl): S35-46, 1996. [PubMed Abstract]
    3. Fleshman JW, Nelson H, Peters WR, et al. Os Primeiros Resultados da Cirurgia laparoscópica PARA O Câncer colorretal. Análise retrospectiva de 372 patients Tratados POR desfechos Clínicos de terapia Cirúrgica (COST) Grupo de Estudo. Dis Colon Recto 39 (10 Suppl): S53-8, 1996. [PubMed Abstract]
    4. Semanas JC, Nelson H, Gelber S, et al. A Curto Prazo OS Resultados de Qualidade de vida seguintes colectomia laparoscópica vs colectomia Aberta Para Câncer de cólon: um Ensaio randomizado. JAMA 287 (3): 321-8, 2002. [PubMed Abstract]

    Tratamento do Câncer Stage II Colon

    Opções de Tratamento Padrão parágrafo Câncer em Estágio II Colon

    Cirurgia

    opções de Tratamento Padrão Para a fase II de Câncer de cólon incluem o Seguinte:

    1. ressecção Cirúrgica Ampla e anastomose.

    Meios de prova (Técnicas de laparoscopia):

    O papel das Técnicas laparoscópicas [1] -4 nenhuma Tratamento de Câncer de cólon foi examinado em hum Estudo Multicêntrico, prospectivo, randomizado (NCCTG-934653 [NCT00002575]) colectomia comparando laparoscópica Assistida (LAC) Para abrir colectomia.

    • taxas de recorrência de Três Anos e sobrevida taxas global de 3 anos (OS) were semelhantes Nós Dois grupos. (Consulte a Seção de terapia Cirúrgica Primária na Seção Opção Overview Tratamento Deste resumo Para mais informacoes.)
    • O Componente de Qualidade de vida Deste Julgamento foi publicado e were relatados Mínimas de Curto Prazo de Qualidade de vida Benefícios com LAC [4] [Nível de Evidência: 1iiC].

    Opções de Tratamento soluçar Avaliação clínica

    Um adjuvante quimioterapia

    O valor potencial da quimioterapia adjuvante parágrafo patients com Estágio II de Câncer de cólon permanece controverso. Embora subgrupos de patients com Estágio II de Câncer de cólon PODEM Estar em Risco Mais Elevado fazer that um parágrafo de mídia de um recorrência (incluíndo aqueles com Características Anatômicas, Como uma adesão Pará tumor Estruturas adjacentes, perfuração, completa Obstrução), [5 -7] como Evidências São inconsistentes that adjuvante 5-fluorouracilo (5-FU) a quimioterapia baseada ESTÁ Associado com hum Sistema Melhorada Operacional em Comparação com a Cirurgia POR si assim. [8]

    Características em patients com Cancro do cólon fase II Que estao Associados com hum Risco aumentado de recorrência incluem o Seguinte:

    • Inadequada de Amostragem de linfonodos.
    • Doença de T4.
    • O Envolvimento do peritônio visceral.
    • A diferenciado histologia POUCO.

    Evidência (quimioterapia adjuvante):

    1. O NCRI Ensaios-QUASAR1 (NCT00005586) GRECCR-03 (NCT00046995) e avaliou o Uso de quimioterapia sistêmica UO biológica OU terapia regional. Apos uma Cirurgia, OS Doentes devem Ser considerados parágrafo a entrada em hum Ensaio Clínico Controlado com cuidado.
    2. Investigadores OS fazer National Surgical mama adjuvante e fazer Cólon Projeto (NSABP) indicaram Que a Redução sem Risco de recorrência em terapia adjuvante em Pacientes com Doença em Estágio II e de magnitude Ao semelhante Benefício observado em Pacientes com Estágio III da Doença Tratados com terapia adjuvante , embora Uma Vantagem OS NÃO estabelecida foi. [9]
    3. Uma meta-Análise de 1.000 patients fase II, cuja Experiência foi reunida a Partir de Uma série de Provas indica Uma Vantagem de 2% na sobrevida Livre de Doença em 5 Anos QUANDO OS PACIENTES Tratados com terapia adjuvante Tratados com 5-FU-leucovorina São comparados com OS Controles NÃO Tratados. [10] [Nível de Evidência: 1iiDii]; [11]
    4. O Cancro da Grupo local Doença Cancer Care Ontario Practice Guideline Iniciativa Gastrointestinal realizou Uma meta-Análise da literatura Publicada em língua Inglês constituido POR Ensaios Clínicos randomizados em Que a quimioterapia adjuvante foi comparado com um Observação Pará patients com Estágio II de Câncer de cólon.
    • A taxa de Risco de Mortalidade foi de 0,87 (Intervalo de Confiança de 95%, 0,75-1,01; P = 0,07) [12].

    Nestes bases Com Dados, a Sociedade Americana de Oncologia Clínica emitiu Uma diretriz afirmando que “a Evidência Direta de Ensaios Clínicos randomizados NÃO suporta o USO rotineiro de quimioterapia adjuvante parágrafo patients com Estágio II de Câncer de cólon.” [13]

    Ensaios Clínicos Atuais

    Informações Gerais Sobre Ensaios Clínicos TAMBÉM ESTÁ Disponível nenhum site da NCI.

    Referências
    1. Bokey EL, Moore JW, Chapuis PH, et al. Morbidade e Mortalidade APOS hemicolectomia Direita laparoscópica PARA O Câncer. Dis Colon Recto 39 (10 Suppl): S24-8, 1996. [PubMed Abstract]
    2. Franklin ME Jr, Rosenthal D, Medina Abrego-D, et ai. Comparação prospectiva de Aberto contra Cirurgia de cólon laparoscópica parágrafo carcinoma. Resultados ano de Cinco. Dis Colon Recto 39 (10 Suppl): S35-46, 1996. [PubMed Abstract]
    3. Fleshman JW, Nelson H, Peters WR, et al. Os Primeiros Resultados da Cirurgia laparoscópica PARA O Câncer colorretal. Análise retrospectiva de 372 patients Tratados POR desfechos Clínicos de terapia Cirúrgica (COST) Grupo de Estudo. Dis Colon Recto 39 (10 Suppl): S53-8, 1996. [PubMed Abstract]
    4. Semanas JC, Nelson H, Gelber S, et al. A Curto Prazo OS Resultados de Qualidade de vida seguintes colectomia laparoscópica vs colectomia Aberta Para Câncer de cólon: um Ensaio randomizado. JAMA 287 (3): 321-8, 2002. [PubMed Abstract]
    5. Lanza L, M Matteuzzi, GAFA R, et al. Perda alélica cromossomo 18q e Prognóstico em Estágio II e III do Cancro do cólon. Int J Cancer 79 (4): 390-5, 1998. [PubMed Abstract]
    6. Jen J, Kim H, Piantadosi S, et al. Perda alélica fazer 18q cromossomo e Prognóstico não colorretal Câncer. N Engl J Med 331 (4): 213-21, 1994. [PubMed Abstract]
    7. Moertel CG, Fleming TR, Macdonald JS, et al. Estudo de Intergrupo de fluorouracil acrescido de levamisol Como terapia adjuvante Pará uma fase II / B2 Câncer de cólon Dukes ‘. J Clin Oncol 13 (12): 2936-43, 1995. [PubMed Abstract]
    8. Mamounas E, wieand S, Wolmark N, et al. eficacia comparativa da quimioterapia adjuvante em patients com ‘B contra Dukes’ Dukes Câncer de cólon C: Resultados de Quatro National Surgical adjuvante mama e Estudos adjuvantes do Cólon Projeto (C-01, C-02, C-03 e C-04) J Clin Oncol 17 (5): 1349-1355, 1999. [PubMed Abstract]
    9. Eficacia do fluorouracil e ácido folínico adjuvante não B2 Câncer de cólon. Internacional Multicentre Análise dos Resultados dos testículos de Câncer fazer B2 cólon (IMPACT B2) Investigators. J Clin Oncol 17 (5): 1356-1363, 1999. [PubMed Abstract]
    10. Harrington DP: Como Folhas de Chá de Pequeños Ensaios. J Clin Oncol 17 (5): 1336-8, 1999. [PubMed Abstract]
    11. Um Figueiredo, Charette ML, Maron J, et al. terapia adjuvante parágrafo a fase II do Cancro do cólon: Uma Revisão Sistemática do Programa Ontario Cancer Care sem Grupo de sites de Doença faz Câncer gastrointestinais de Cuidados baseados EM Evidencias. J Clin Oncol 22 (16): 3395-407, 2004. [PubMed Abstract]
    12. Benson AB Terceiro, Schrag D, Somerfield MR, et al. Sociedade Americana de Oncologia Clínica RECOMENDAÇÕES Sobre quimioterapia adjuvante parágrafo a fase II de Câncer de cólon. J Clin Oncol 22 (16): 3408-19, 2004. [PubMed Abstract]

    Tratamento do Câncer Stage III Colon

    Fase III de Câncer de cólon indica Envolvimento de gânglios linfáticos. Os Estudos indicaram Que o Número de linfonodos envolvidos afeta o Prognóstico; patients com hum a Três NÓS envolvidos TEM Uma Sobrevivência significativamente Melhor do Que aqueles com Quatro UO Mais nodos envolvidos.

    Opções de Tratamento Padrão parágrafo Câncer em Estágio III Colon

    opções de Tratamento Padrão Para a fase III de Câncer de cólon incluem o Seguinte:

    Cirurgia

    Para Cirurgia a fase III de Câncer de cólon E Ampla ressecção Cirúrgica e anastomose.

    Meios de prova (Técnicas de laparoscopia):

    O papel das Técnicas laparoscópicas [1] -4 nenhuma Tratamento de Câncer de cólon foi examinado em hum Estudo Multicêntrico, prospectivo, randomizado (NCCTG-934653 [NCT00002575]) comparando colectomia acompanhada POR laparoscopia (LAC) com colectomia Aberta.

    • taxas de recorrência de Três Anos e sobrevida taxas global de 3 anos (OS) were semelhantes Nós Dois grupos. (Consulte a Seção de terapia Cirúrgica Primária na Seção Opção Overview Tratamento Deste resumo Para mais informacoes.)
    • O Componente de Qualidade de vida Deste Julgamento foi publicado e were relatados Mínimas de Curto Prazo de Qualidade de vida Benefícios com LAC [5] [Nível de Evidência: 1iiC].

    Um adjuvante quimioterapia

    regimes de quimioterapia Antes de 2000

    Antes de 2000, a 5-FU foi um Única quimioterapia citotóxica Útil sem ajuste parágrafo patients com Estágio III Cancro do cólon adjuvante. MUITOS dos Primeiros Estudos randomizados de 5-FU no Cenário adjuvante NÃO conseguiram demonstrar Uma Melhoria significativa na sobrevida patients parágrafo OS. [6] -9 Estes Ensaios empregada 5-FU Sozinho UO 5-FU-semustina (metil-CCNU).

    Evidência (5-FU Sozinho e 5-FU-semustina):

    1. O NCCTG realizou hum Estudo randomizado comparando a ressecção Cirúrgica Sozinho com levamisol pós-operatória OU 5-FU-levamisol [10] [Nível de Evidência: 1iiA].
    • Uma Melhoria significativa na sobrevida Livre de Doença (DFS) foi observada parágrafo patients com Estágio III do Cancro do cólon that receberam levamisol, mas OS Benefícios do Sistema Operacional were de significância Estatística limítrofe.
    • Um Benefício de Sobrevivência absoluta de cerca de 12% (49% vs 37%) observada foi em Doentes com estádio III Doença tratada com 5-FU-levamisol.
  • Em hum grande prolongados Estudo intergrupo de confirmação, DFS 5-FU-levamisol e OS em Pacientes com Estágio III de Câncer de cólon em Comparação com OS Doentes Que NÃO receberam Tratamento Apos uma Cirurgia [11] [Nível de Evidência: 1iiA]. Levamisol Sozinho NÃO conferem cessos Benefícios.
  • Estudos subsequentes testados uma Combinação de 5-FU-leucovorina sem Tratamento adjuvante de Doentes com carcinoma de ressecção do cólon.
    • OS Resultados de VÁRIOS Ensaios randomizados Que se inscreveram MAIS de 4.000 Pacientes, comparando a quimioterapia adjuvante Com 5-FU e leucovorina À CIRURGIA OU 5-FU-semustina-vincristina demonstrar UMA Redução Relativa de Mortalidade de Entre 22% e 33% (3 anos OS de 71% -78% aumentou parágrafo 75% -84%). [12 -14]
    • O Julgamento Intergrupo completou 0089 (INT-0089 [NCT00201331]) Distribuídos aleatoriamente 3,794 patients com Estágio de Alto Risco II OU III fase do Cancro do cólon parágrafo hum dos seguintes Quatro grupos de Tratamento: [15]
      • regime O Mayo Clinic da administrado Durante hum totais de SEIS Ciclos.
      • regime de Roswell Park O administrado Durante hum totais de Quatro Ciclos.
      • regime O Mayo Clinic da administrado com levamisol Durante Seis Ciclos.
      • O regime de Levamisol administrado Durante hum totais de hum ano.
        • Cinco ano OS variou de 49% regime PARA O Mayo Clinic com levamisol um regime PARA O 60% Mayo Clinic, e NÃO houve Diferenças estatisticamente significativas Entre OS Grupos de Tratamento [15] [Nível de Evidência: 1iiA].
        • Um Relatório preliminar em Novembro de 1997 demonstrou Uma Vantagem estatisticamente significativa PARA O OS PARA O regime Mayo Clinic com levamisol em Comparação com o regime de levamisol. This Diferença Tornou-se insignificante, com Maior ritmo de seguimento.
        • No Geral, grau 3 ou Maior Toxicidade ocorreram com Maior Frequência PARA O regime Mayo Clinic e fazer regime Mayo Clinic com levamisol. Além Disso, o regime da Mayo Clinic foi significativamente Mais tóxica fazer that com levamisol sem levamisol.
        • A taxa de morte para Todos OS regimes Quatro de Tratamento variou de 0,5% a 1%.
        • Devido à SUA facilidade de Utilização e o Seu bom perfil de Toxicidade, o regime de Roswell Park Tornou-se o regime de adjuvante preferido USADO Nos Estados Unidos e foi frequentemente o Braço de Controlo em Estudos subsequentes randomizados.
      • Além de Int-0089, Vários Estudos TEM refinado o Uso de 5-FU-leucovorina, nenhum contexto de adjuvante e PODE Ser resumida Como se segue:
        • Levamisol E desnecessária when se utiliza leucovorin. [15]
        • O Tratamento Que inclui 6 a 8 meses de 5-FU-leucovorina E equivalente a 12 meses de terapia. [16 -18]
        • O Tratamento Que inclui 24 Semanas de adjuvante 5-FU-leucovorina E equivalente a 36 Semanas de terapia. [19]
        • Altas doses de leucovorina E equivalente a dose Uma baixa de leucovorina. [20]
        • Uma meta-Análise de sete ESTUDOS NÃO revelaram Diferenças significativas na eficacia OU Toxicidade Entre OS PACIENTES COM 70 OU ano Mais Jovens em Comparação com patients com Mais de 70 ano. [21]
        • Um Esquema deGramont LV5FU2 infusão e Mais seguro fazê Que hum bolo Alimentar modificado Programação Mayo Clinic de 5-FU-leucovorina. [19]
        • regimes de quimioterapia DEPOIS de 2000

          Capecitabina E UMA fluoropirimidina oral, that SOFRE Uma Conversão enzimática de Três Passos Para o 5-FU com O Último Passo Que ocorrem na célula de tumor. Para OS PACIENTES COM Câncer de cólon metastático, Dois Estudos demonstraram uma Equivalência da Capecitabina em 5-FU leucovorina. [22, 23]

          1. A Capecitabina EUROPEIA Multicêntrico Estudo comparou (1.250 mg / m 2), Duas administrada vezes por día parágrafo Os Dias 1 a 14, em SEGUIDA, dada a CADA 21 dias, Durante Oito Ciclos contra a Programação da Clínica Mayo de 5-FU e Uma a dose baixa de leucovorina parágrafo patients com Estágio III cólon Cancro [24].
          • O Estudo demonstrou that DFS EM 3 anos è equivalente parágrafo OS PACIENTES that receberam Capecitabina UO 5-FU-leucovorina (hazard ratio [HR], 0,87; P lt; . 001) [24] [Nível de Evidência: 1iiDii]
          • síndrome mão-pé e hiperbilirrubinemia were significativamente Mais Comuns em Doentes Tratados com Capecitabina, mas diarreia, náuseas UO vómitos, estomatite, alopecia, e neutropenia were significativamente Menos Comum.
          • Dos Doentes Tratados com Capecitabina, a dose de modificação 57% Uma exigido.
          • Para OS PACIENTES COM Estágio III do Câncer de cólon nsa Quais o Tratamento com Prevista ESTÁ 5-FU-leucovorin, um Capecitabina E UMA alternativa equivalente.

          Oxaliplatina do tem Uma Actividade significativa when combinada com em 5-FU-leucovorin patients com Câncer colorretal metastático.

          1. Nos 2.246 patients com Estágio II OU fase III de Câncer de cólon ressecado não Multicenter Study concluída Internacional de oxaliplatina / 5-fluorouracil / leucovorina sem Tratamento adjuvante do Cancro do cólon (MOSAIC [NCT00275210]) Estudo, Os Efeitos Tóxicos e eficacia de FOLFOX- 4 were comparados com o MESMO regime de 5-FU leucovorina sem oxaliplatina administrada POR 6 meses. Resultados [25] de base com Nós do Estudo mosaico, adjuvante FOLFOX-4 demonstraram oS prolongado parágrafo patients com Estágio III de Câncer de cólon em Comparação com patients that receberam 5- FU-leucovorina, sem oxaliplatina. [26]
          • OS Resultados preliminares do Estudo com 37 meses de follow-up demonstrou Uma Melhoria significativa em DFS em 3 anos (77,8% vs. 72,9%; P = 0,01) em favor do FOLFOX-4. QUANDO inicialmente relatado, Não houve Diferença nenhum OS [26] [Nível de Evidência: 1iiDii].
          • A Continuação do Acompanhamento AOS 6 anos demonstrou that O Sistema Operacional para Todos OS PACIENTES (Ambos fase II e fase III) colocado no Estudo NÃO foi significativamente diferente (OS = 78,5% vs. 76,0%; HR, 0,84 ; 95% Intervalo de Confiança [IC], 0,71-1,00). Nd Análise de subgrupos, o Sistema operacional de 6 anos em patients com Estágio III do Câncer de cólon foi de 72,9% nsa patients recebendo FOLFOX-4 e de 68,7% nsa patients Tratados com 5-FU leucovorina (HR, 0 , 80; 95% CI, 0,65-0,97; P = 0,023) [26] [Nível de Evidência: 1iiA].
          • OS Doentes Tratados com FOLFOX-4 experimentaram Efeitos Tóxicos Mais Frequentes constituídas principalmente POR neutropenia (41% gt; grau 3) e neuropatia sensorial Periférica reversível (12,4% gt; grau 3).

          FOLFOX Tornou-se o Padrão de Referência Para a Próxima Geração de Ensaios Clínicos parágrafo patients com Estágio III do Câncer de cólon. [26]

          Opções de Tratamento soluçar Avaliação clínica

          Os patients elegíveis devem Ser considerados parágrafo a entrada em Ensaios Clínicos cuidadosamente controlados comparando Diferentes regimes de quimioterapia pós-operatória. [27]

          Ensaios Clínicos Atuais

          Informações Gerais Sobre Ensaios Clínicos TAMBÉM ESTÁ Disponível nenhum site da NCI.

          Referências
          1. Bokey EL, Moore JW, Chapuis PH, et al. Morbidade e Mortalidade APOS hemicolectomia Direita laparoscópica PARA O Câncer. Dis Colon Recto 39 (10 Suppl): S24-8, 1996. [PubMed Abstract]
          2. Franklin ME Jr, Rosenthal D, Medina Abrego-D, et ai. Comparação prospectiva de Aberto contra Cirurgia de cólon laparoscópica parágrafo carcinoma. Resultados ano de Cinco. Dis Colon Recto 39 (10 Suppl): S35-46, 1996. [PubMed Abstract]
          3. Fleshman JW, Nelson H, Peters WR, et al. Os Primeiros Resultados da Cirurgia laparoscópica PARA O Câncer colorretal. Análise retrospectiva de 372 patients Tratados POR desfechos Clínicos de terapia Cirúrgica (COST) Grupo de Estudo. Dis Colon Recto 39 (10 Suppl): S53-8, 1996. [PubMed Abstract]
          4. Semanas JC, Nelson H, Gelber S, et al. A Curto Prazo OS Resultados de Qualidade de vida seguintes colectomia laparoscópica vs colectomia Aberta Para Câncer de cólon: um Ensaio randomizado. JAMA 287 (3): 321-8, 2002. [PubMed Abstract]
          5. Panettiere FJ, Goodman PJ, Costanzi JJ, et al. A terapia adjuvante em grande adenocarcinoma do intestino: Resultados a Longo Prazo de Um Estudo Grupo Southwest Oncology. J Clin Oncol 6 (6): 947-54, 1988. [PubMed Abstract]
          6. A terapia adjuvante de Câncer de cólon – Resultados de hum Estudo prospectivo randomizado. Tumor gastrointestinal Study Group. N Engl J Med 310 (12): 737-43, 1984. [PubMed Abstract]
          7. Higgins GA Jr, Amadeo JH, McElhinney J, et al. A eficacia da terapia intermitente prolongada combinada com 5-fluorouracilo e metil-CCNU apos ressecção de carcinoma do intestino grosso. Um Relatório Veterans Administration Surgical Oncology Group. Cancer 53 (1): 1-8, 1984. [PubMed Abstract]
          8. Buyse M, Zeleniuch-Jacquotte A, Chalmers TC: A terapia adjuvante do Câncer colorretal. POR QUE NÓS AINDA NÃO sabemos. JAMA 259 (24): 3571-8, 1988. [PubMed Abstract]
          9. Laurie JA, Moertel CG, Fleming TR, et ai. terapia adjuvante Cirúrgico do carcinoma de grande intestinal: Uma Avaliação do levamisol e da Combinação de levamisol e fluorouracil. O Grupo North Central Cancer Treatment e da Clínica Mayo. J Clin Oncol 7 (10): 1447-1456, 1989. [PubMed Abstract]
          10. Moertel CG, Fleming TR, Macdonald JS, et al. Levamisol e fluorouracil PARA O Tratamento adjuvante do carcinoma do cólon ressecado. N Engl J Med 322 (6): 352-8, 1990. [PubMed Abstract]
          11. Wolmark N, Rockette H, Fisher B, et al. O Benefício de fluorouracil modulada-leucovorina Como terapia adjuvante pós-operatória parágrafo Câncer de cólon primário: Resultados de National Surgical adjuvante mama e do Cólon Projeto protocolo C-03. J Clin Oncol 11 (10): 1879-1887, 1993. [PubMed Abstract]
          12. Eficacia do fluorouracil e ácido folínico adjuvante nenhum caso de câncer de cólon. Internacional Multicentre Análise dos Resultados dos testículos de Câncer do cólon Investigadores (impacto). Lancet 345 (8955): 939-44, 1995. [PubMed Abstract]
          13. O’Connell M, Mailliard J, Macdonald J, et al. Um Ensaio intergrupo de 5-FU Curso intensivo e baixa dosagem de leucovorina Como terapia adjuvante Cirúrgico PARA O Câncer de cólon Alto Risco. [Resumo] Proceedings of the American Society of Clinical Oncology 12: A-552, 190, 1993.
          14. Haller DG, Catalano PJ, Macdonald JS, et al. Fase de Estudo do fluorouracil, leucovorina, e levamisol em alto Risco III fase II e III de Câncer de cólon: Relatório final, fazer Intergrupo 0089. J Clin Oncol 23 (34): 8671-8, 2005. [PubMed Abstract]
          15. Wolmark N, Bryant J, Smith R, et al. Adjuvante 5-fluorouracil e leucovorina com OU sem interferon alfa-2a no carcinoma do cólon: National Surgical adjuvante mama e do Cólon Projeto protocolo C-05. J Natl Cancer Inst 90 (23): 1810-6, 1998. [PubMed Abstract]
          16. Wolmark N, Rockette H, Mamounas E, et al. Ensaio clínico Para avaliar a eficacia Relativa de fluorouracil e leucovorina, fluorouracil e levamisol e fluorouracil, leucovorina, e levamisol em Pacientes com carcinoma B e C do cólon Dukes ‘: Resultados de National Surgical adjuvante mama e do Cólon Projeto C-04. J Clin Oncol 17 (11): 3553-9, 1999. [PubMed Abstract]
          17. Okuno SH, Woodhouse CL, Loprinzi CL, et al. Controlado POR placebo de Fase III de avaliação Ensaio clínico da glutamina parágrafo Diminuir mucosite em patients that receberam 5-FU (fluorouracil) quimioterapia -base. [Resumo] Proceedings of the American Society of Clinical Oncology 17: A-256, de 1998.
          18. Andre t, Colin P, Louvet C, et ai. Semimonthly contra o regime mensal de fluorouracil e leucovorina administrada Durante 24 OU 36 Semanas Como terapia adjuvante no Estágio II e Câncer de cólon III: Resultados de hum Estudo randomizado. J Clin Oncol 21 (15): 2896-903, 2003. [PubMed Abstract]
          19. Comparação de flourouracil com levamisol Adicional, o ácido folínico dose Mais Elevada, OU Ambos, Como quimioterapia adjuvante PARA O Cancro colo-rectal: um Ensaio randomizado. QUASAR Collaborative Group. Lancet 355 (9215): 1588-1596, 2000. [PubMed Abstract]
          20. Sargent DJ, Goldberg RM, Jacobson SD, et al. A Análise combinada de quimioterapia adjuvante parágrafo Câncer de cólon ressecado em Pacientes Idosos. N Engl J Med 345 (15): 1091-7, 2001. [PubMed Abstract]
          21. Van Cutsem E, Twelves C, Cassidy J, et al. Capecitabina oral, em Comparação com fluorouracil intravenoso Mais leucovorin em patients com Câncer colorretal metastático: Resultados de hum grande Estudo de fase III. J Clin Oncol 19 (21): 4097-106, 2001. [PubMed Abstract]
          22. Hoff PM, Ansari R, Batist G, et al. Comparação de Capecitabina oral versus intravenosa fluorouracil acrescido de leucovorina Como Tratamento de Primeira Linha em 605 patients com Câncer colorretal metastático: Resultados de hum Estudo randomizado de fase III. J Clin Oncol 19 (8): 2282-92, 2001. [PubMed Abstract]
          23. Twelves C, Wong A, Nowacki MP, et ai. Capecitabina Como Tratamento adjuvante parágrafo a fase III do Câncer de cólon. N Engl J Med 352 (26): 2696-704, 2005. [PubMed Abstract]
          24. André t, Boni C, Mounedji Boudiaf-L, et al. Oxaliplatina, fluorouracil e leucovorina Como Tratamento adjuvante parágrafo Câncer de cólon. N Engl J Med 350 (23): 2343-51, 2004. [PubMed Abstract]
          25. André t, Boni C, H Navarro, et ai. Melhorou a sobrevida com oxaliplatina global, fluorouracil e leucovorina Como Tratamento adjuvante no Estágio II OU III do Câncer de cólon em Estudo MOSAICO. J Clin Oncol 27 (19): 3109-16, 2009. [PubMed Abstract]
          26. Rougier P, Nordlinger B: Teste em Grande Escala Para O Tratamento de adjuvante em Alto Risco de câncer colorretal ressecados. Fundamentação Para Testar uma Combinação de quimioterapia loco-regional e sistémico e Pará COMPARA-l-leucovorina + 5-FU parágrafo levamisol + 5-FU. Ann Oncol 4 (Suppl 2): ​​21-8, 1993. [PubMed Abstract]

          Tratamento do Câncer Stage IV e Recorrente Colon

          Opções de Tratamento Para Estágio IV e Recurrent Cancro do cólon

          Como opções de Tratamento parágrafo Estágio IV e Câncer de cólon recorrentes incluem o Seguinte:

          1. A ressecção Cirúrgica de Câncer localmente Recorrente.
          2. A ressecção Cirúrgica e anastomose OU Desvio de obstruir OU sangramento lesões Primárias em Casos metastáticos selecionados dos.
          3. Ressecção de metástases hepáticas em Pacientes metastáticos selecionados dos (5 anos taxa de cura parágrafo ressecção de metástases Solitários Ou de Combinação E superiores a 20%) UO a ablação em Pacientes selecionados dos. [2 -11]
          4. Ressecção de metástases pulmonares isoladas Ou de ovário em Pacientes selecionados dos. [12]
          5. A paliativa radioterapia.
          6. paliativa quimioterapia.
          7. terapia-Alvo.
          8. Os Ensaios Clínicos that avaliam Novos Medicamentos e terapia biológica.
          9. Os Ensaios Clínicos comparando VÁRIOS regimes de quimioterapia OU terapia biológica, sozinhos UO em Combinação.

          Tratamento de Doenças hepáticas Metástase

          Cirurgia

          metástases hepáticas de base PODE Ser considerado Para Ser operável com nenhum Seguinte: [5, 7, 13 -16]

          • Número limitado de lesões.
          • LOCAIS intra-hepática de lesões.
          • Falta de Envolvimento vascular major.
          • Doença extra-hepática ausente OU limitada.
          • Suficiente funcional reserva hepática.

          A quimioterapia neoadjuvante parágrafo metástases hepáticas NÃO ressecáveis

          Os patients com metástases hepáticas Que São considerados irressecável IRA ocasionalmente tornam-se candidatos à ressecção se ELES TEM Uma boa RESPOSTA à quimioterapia. Estes patients TEM taxas de sobrevida EM 5 anos semelhantes AOS PACIENTES that inicialmente tinham Doença ressecável. [17] Não Há consensus Sobre o Melhor Esquema para Usar parágrafo conversor unresectable metástases hepáticas isoladas parágrafo ressecável metástases hepáticas.

          ablação local,

          A ablação POR radiofreqüência surgiu segura Como Uma Técnica (morbilidade major 2% e lt ;. 1% de taxa de Mortalidade) Que PODEM Prever Controle do tumor de um Longo Prazo [18 -24] ablação POR radiofrequência e crioablação [25 -28] permanecem opções parágrafo patients com Tumores that NÃO PODEM Ser ressecados e parágrafo OS PACIENTES Que Não São candidatos à ressecção hepática.

          Otras Técnicas ablativos LOCAIS that were utilizados Para administrar um metástases do Fígado incluem a embolização e uma terapia de Radiação intersticial. [29, 30] Os patients com metástases pulmonares limitadas, e OS Doentes com Ambas como metástases pulmonares e hepáticos, PODEM TAMBÉM Ser considerados Pará uma ressecção Cirúrgica, com 5- Sobrevivência ano Possível em Pacientes selecionados dos Altamente. [12, 31, 32]

          A quimioterapia adjuvante OU neoadjuvante parágrafo metástases hepáticas ressecáveis

          O papel da quimioterapia adjuvante Apos uma ressecção potencialmente curativa de metástases do Fígado E incerto.

          Evidence (adjuvante OU quimioterapia neoadjuvante parágrafo metástases hepáticas ressecáveis):

          Nd Antes era fazer Uso de FOLFOX (ácido folínico [LV], 5-fluorouracil [5-FU], e oxaliplatina) e FOLFIRI (5-FU e irinotecano), Dois Ensaios tentou designam patients aleatoriamente Apos uma ressecção de metástases hepáticas de 5 -FU / LV OU Observação, mas Ambos OS ESTUDOS were Fechado Mais Cedo Por causa da má Competência.

          1. O FFCD-9902 [NCT00304135] Julgamento Distribuídos aleatoriamente 173 patients (200 patients were planejadas) Para pós-operatório 5-FU / LV, Que É o Mayo Clinic regime, OU Observação. [33]
          • A taxa de 5 ano de sobrevida Livre de Doença (DFS) foi de 33,5% patients parágrafo OS fazer grupo de quimioterapia e 26,7% patients parágrafo OS fazer grupo Controle (Cox multivariada de Análise: odds ratio (OR) parágrafo recorrência ou Morte, 0,66; 95% Intervalo de Confiança [IC], 0,46-0,96; P = 0,028). Um em global de sobrevida 5 anos (OS) NÃO foi significativamente diferente Entre OS grupos (grupo de quimioterapia, 51,1% em Relação Ao grupo Controle, 41,1%; ORmorte. 0,73; IC 95%, 0,48-1,10; P = 0,13).
        • A Organização européia Pará Pesquisa e Tratamento do Câncer Institute / National Cancer do Canadá / Gruppo Interdisciplinare Valutazione Interventi em Oncologia (EORTC / NCIC / GIVIO) Julgamento Internacional tentou Uma atribuição aleatoria semelhante de patients Apos uma ressecção Cirúrgica de metástases hepáticas. O Estudo fechada Por Causa fazer Competência mau, e Uma Análise combinada do Estudo e do Estudo FFCD-9902 foi Feito em Seu Lugar. Na combinada Análise, 278 patients (138 dos Quais receberam quimioterapia, 14 dos Quais receberam uma Cirurgia Sozinha). incluidos were [34]
          • Median sobrevida Livre de Progressão (PFS) foi de 27,9 meses no Braço de quimioterapia e 18,8 meses sem Braço Sozinho Cirurgia (hazard ratio [HR], 1,32; IC 95%, 1,00-1,76; P = 0,058).
          • OS mediana foi de 62,2 meses sem quimioterapia Braço, em Comparação com 47,3 meses sem Braço Cirurgia-alone (HR, 1,32; IC 95%, 0,95-1,82; P = 0,095).
          • Na era da poliquimioterapia, Dois Estudos subsequentes assessed o Seu papel no Cenário adjuvante apos ressecção de metástases hepáticas de Câncer colorretal.

            1. Um Estudo de fase III atribuido aleatoriamente 306 Doentes uma UO 5-FU LV FOLFIRI APOS Uma ressecção de metástases do Fígado. [35]
            • De: Não houve Diferença na DFS (21,6 meses parágrafo 5-FU / LV contra 24,7 meses parágrafo FOLFIRI; HR, 0,89; log-rank P = 0,44) OU OS (HR, 1,09; IC 95%, 0,72-1,64).
          • O Julgamento EORTC (EORTC-40983 [NCT00006479]) Distribuídos aleatoriamente 364 patients com Até Quatro metástases hepáticas ressecáveis ​​parágrafo perioperatório FOLFOX (SEIS Ciclos presurgery e SEIS Ciclos pós-surgery) OU Cirurgia Sozinha. [36]
            • O PFS foi de 28,1% (IC 95,66%, 21,3-35,5) Para o grupo de Cirurgia-alone e 35,4% (28,1-42,7; HR 0,79; 0 , 62-1,02; P = 0.058) Para o grupo de quimioterapia perioperatória. De: Não houve Diferença nenhum OS. A posterior Análise, post hoc demonstraram Que a Diferença de PFS em Pacientes Realmente elegíveis aumentou 8,1% (de 28,1% [21,2-36,6] parágrafo 36,2% [28,7-43,8] ; HR, 0,77 [0,60-1,00]; P = 0,041). Em Pacientes Que Realmente submetidos à ressecção de metástases hepáticas, a Diferença de PFS aumentou 9,2% (de 33,2% [25,3-41,2] parágrafo 42,4% [34,0-50,5]; HR, 0,73 [0,55-0,97]; P = 0,025).
            • Complicações pós-operatórias reversíveis ocorreu Mais frequentemente Apos uma quimioterapia fazer that Apos uma Cirurgia (40 [25%] Dos 159 Complicações vs. 27 [16%] Dos 170 Complicações; P = 0,04). Apos uma Cirurgia, Duas houve mortes no grupo da Cirurgia-alone e hum nenhum grupo quimioterapia perioperatória.
            • NÃO Existe hum Nível 1 Provas that demonstram Que a quimioterapia peri-operatório UO não há pós-operatório melhora OS Pará patients submetidos a ressecção de metástases hepáticas. No entanto, base com qualquer subconjunto Análises post-hoc do Estudo EORTC, Alguns Médicos sentem uma terapia perioperatória OU pós-operatória E Razoável Neste Cenário.

              quimioterapia intra-arterial Apos um hepática ressecção

              quimioterapia intra-arterial hepática com floxuridina de metástases hepáticas produziu taxas de RESPOSTA Elevados MAIS globais, mas NÃO melhora consistente na Sobrevivência when comparado com a quimioterapia sistêmica. [2, 37 -41] Uma meta-Análise de Estudos randomizados, that were todos Feitos não era QUANDO APENAS fluoropirimidinas estavam Disponíveis parágrafo terapia sistêmica, Não demonstrou Uma Vantagem de Sobrevivência. [42]

              Evidence (quimioterapia intra-arterial Apos uma ressecção do Fígado):

              Dois Estudos avaliaram floxuridina arterial hepática sem adjuvante Cenário Apos um hepática ressecção.

              1. Hum Ensaio de floxuridina arterial hepática e sistémica dexametasona Mais 5-FU / LV em Comparação com sistémica 5-FU / LV Sozinho apresentaram Melhoria 2-ano PFS (57% vs 42%, P = 0,07) e OS (86% vs. 72%, P = 0,03) Para patients não Braço terapia combinada, mas NÃO mostrou Uma Diferença estatisticamente significativa na Média Sobrevivência em Comparação com a terapia sistémica 5-FU Sozinho [43] [Nível de Evidência: 1iiA].
              • A sobrevida Media Sem Braço terapia combinada foi de 72,2 meses em comparação com 59,3 meses no Braço da monoterapia (P = 0,21).
            • Um Segundo Julgamento não Distribuídos pré-operatório aleatoriamente 109 patients that tiveram hum a Três metástases hepáticas colorretais potencialmente ressecáveis ​​para tanto nenhuma terapia Mais ou floxuridina hepatica arteriais pós-operatória Mais sistêmica 5-FU. [44] randomizados Dos patients, 27% considerados inelegíveis were na momento da Cirurgia, that deixou APENAS 75 patients avaliáveis ​​parágrafo a recorrência e Sobrevivência.
              • Enquanto recorrência do Câncer de Fígado foi diminuída, mediana UO a Sobrevivência de 4 anos NÃO foi significativamente diferente Entre OS grupos de patients.
              • Mais ESTUDOS São Necessários Para avaliar ESTA Abordagem de Tratamento e Pará determinar se Mais Eficaz uma quimioterapia de Combinação sistêmica Sozinha PODE proporcionar Resultados semelhantes em Comparação com a terapia intra-arterial hepática Além de Tratamento sistêmico.

                Vários Estudos mostram aumento Efeitos Tóxicos LOCAIS com terapia de infusão hepática, incluíndo anormalidades da Função hepática e Esclerose biliar fatal.

                Tratamento da Fase IV e Recurrent Cancro do cólon

                Cirurgia

                Tratamento de Doentes com Cancro do cólon OU Recorrente Avançado DEPENDE da Doença local. Para patients com localmente Recorrente e / ou o Fígado SOMENTE e / ou Doença metastática So de pulmão, um Cirúrgica ressecção, se viável, É O Único Tratamento potencialmente curativo.

                Quimioterapia e direcionados

                Atualmente, existem treze Ativos Food EUA and Drug Administration (FDA) drogas -aprovado parágrafo patients com Câncer colorretal metastático Que São Usados ​​sozinhos UO em Combinação com OUTRAS drogas:

                5-FU
                Capecitabina

                Antes do advento da poliquimioterapia, Mayo Clinic Dois Estudos randomizados demonstraram Que a Capecitabina foi Associado com eficacia equivalente when comparado com o regime de 5-FU / LV [51, 52] [Nível de Evidência: 1iiA].

                irinotecano

                Três Estudos randomizados demonstraram Melhores taxas de RESPOSTA, PFS e OS QUANDO irinotecan OU oxaliplatin com 5-FU-leucovorina combinado foi. [53 -55]

                1. Um Estudo intergrupo (NCCTG-N9741 [NCT00003594]) em Comparação irinotecan / 5-FU / LV (IFL) com oxaliplatina / LV / 5-FU (FOLFOX-4) no Tratamento de Primeira Linha parágrafo patients com Câncer colorretal metastático.
                • patients OS atribuídos a tiveram FOLFOX-4 hum PFS Melhorada (mediana, 6,9 meses em comparação com 8,7 meses; P = 0,014; HR, 0,74; Intervalo de Confiança de 95% [IC], 61-, 89) e OS (15,0 meses em comparação com 19,5 meses, P = 0,001; HR, 0,66; IC 95%, 0,54-, 82) em Comparação com OS PACIENTES randomizados Para um IFL.
              • Posteriormente, Dois Estudos compararam FOLFOX com LV / 5-FU / irinotecano (FOLFIRI), e OS patients were Autorizados a atravessar Mediante a Progressão na terapia de Primeira Linha, respectively [56, 57] [Nível de Evidência: 1iiDiii].
                • PFS e OS were idênticas Entre OS Braços de Tratamento em AMBOS OS ESTUDOS.
                • O Bolus, Chãs de Ervas, or Capecitabina com o Julgamento Camptosar-celecoxib (BICC-C [NCT00094965]) avaliaram VÁRIOS regimes uma base de irinotecano Diferentes em patients com Câncer colorretal metastático NÃO TRATADO previamente, incluíndo FOLFIRI, mIFL e Capecitabina / irinotecano ( CAPIRI). [58] [Nível de Evidência: 1iiA]
                  • O Estudo Distribuídos aleatoriamente 430 patients e foi Fechado Mais Cedo Por Causa da má Competência.
                  • Os patients that receberam FOLFIRI apresentaram Melhor PFS fazer that OS PACIENTES that receberam mIFL (7,6 meses em comparação com 5,9 meses, P = 0,004) UO CAPIRI (7,6 meses contra 5,8 meses, P = 0,015).
                  • Os patients that receberam CAPIRI Teve o Mais alto grau 3 ou superiores taxas de náuseas, vómitos, diarreia, desidratação e síndrome mão-pé.
                  • Desde a Publicação Desses ESTUDOS, o Uso de QUALQUÉR FOLFOX OU FOLFIRI E considerado aceitável PARA O Tratamento de Primeira Linha de patients com Câncer colorretal metastático.

                    Ao utilizar hum regime à base de irinotecano de, Como Tratamento de Primeira Linha de Câncer colorretal metastático, E preferível FOLFIRI [58] [Nível de Evidência: 1iiDiii].

                    oxaliplatina

                    Ensaios de fase III, Aleatório, abordaram uma Equivalência de Substituição Capecitabina parágrafo infusão de 5-FU. Dois fase III Estudos avaliaram FUOX contra CAPOX. [59, 60]

                    1. Distribuídos O Colorectal Grupo de Estudo AIO aleatoriamente 474 patients, Quer FUFOX OU CAPOX.
                    • A PFS mediana foi de 7,1 meses PARA O Braço CAPOX e 8,0 meses PARA O Braço FUFOX (HR, 1,17; IC 95%, 0,96-1,43; P = 0,117), E um foi FC na Faixa de Equivalência pré-Especificado.
                  • Distribuídos O Grupo Cooperativo Espanhol aleatoriamente 348 patients parágrafo CAPOX UO FUOX [59] Nível de Evidência :. 1iiDiii
                    • O TTP foi de 8,9 meses em comparação com 9,5 meses (P = 0,153) e encontrou o Intervalo pré-Especificado parágrafo NÃO inferioridade.
                    • Ao utilizar hum regime à base de oxaliplatina de Como Tratamento de Primeira Linha de Câncer colorretal metastático, um regime CAPOX NÃO E inferior um regime FUOX um.

                      Antes da Disponibilidade de cetuximab, panitumumab, bevacizumab, e aflibercept Como terapia de Segunda Linha, a quimioterapia de Segunda Linha com irinotecan em patients Tratados com 5-FU / LV Como terapia de Primeira Linha demonstraram melhora OS QUANDO comparado com QUALQUÉR infusão de 5- FU UO Cuidados de Suporte. [61 -64]

                      patients Da MESMA forma, um Ensaio de fase III randomizados that evoluíram em irinotecan e 5-FU / LV parágrafo bolus e infusão de 5-FU / LV (LV5FU2), oxaliplatina agente Único, OU FOLFOX-4. O TTP mediana parágrafo FOLFOX-4 contra LV5FU2 foi de 4,6 meses em comparação com 2,7 meses (log-rank estratificado Teste, 2-sided P lt; . 001) [65] [Nível de Evidência: 1iiDiii]

                      bevacizumab

                      Bevacizumab e Um anticorpo monoclonal humanizado parcialmente Que se liga fator Ao de Crescimento endotelial vascular. Bevacizumab PODE razoavelmente Ser adicionados a QUALQUÉR FOLFIRI OU FOLFOX parágrafo patients submetidos uma Tratamento de Primeira Linha de Câncer colorretal metastático.

                      1. DEPOIS de bevacizumab foi Aprovado, o Julgamento BICC-C foi Alterado, e hum Adicional de 117 patients were aleatoriamente designados parágrafo Receber FOLFIRI / bevacizumab UO mIFL / bevacizumab.
                      • Embora o Objectivo primário de PFS NÃO foi significativamente diferente, OS PACIENTES that receberam FOLFIRI / bevacizumab tinha hum Sistema Operacional significativamente Melhor (AINDA NÃO Chegou com hum Acompanhamento medio de 22,6 meses em comparação com 19,2 meses, P = 0,007).
                    • Os patients com Câncer colorretal metastático NÃO TRATADO previamente were aleatoriamente designados parágrafo IFL OU IFL / bevacizumab [66] [Nível de Evidência: 1iiA].
                      • OS PACIENTES randomizados Para um IFL / bevacizumab experimentou hum significativamente Melhores PFS (10,6 meses no grupo dado IFL / bevacizumab, em Comparação com 6,2 meses no grupo dado IFL / placebo; HR de Progressão da Doença, 0,54; P lt; .001) E OS (20,3 meses no grupo dado IFL / bevacizumab, em Comparação com 15,6 meses no grupo dado IFL / e placebo Correspondente um hum HR Para uma morte, 0,66; P lt; 001) [66].
                      • Apesar da falta de Dados diretos, na Padrão Prática, o bevacizumab foi adicionado Ao FOLFOX Como hum regime de Primeira Linha Padrão com Resultados de base Nós do Estudo NCCTG-N9741. [67] Posteriormente, em hum Estudo randomizado de fase III, patients com NÃO tratada, Estágio IV, o Câncer colorretal were Distribuídos aleatoriamente em hum Esquema fatorial 2 × 2 parágrafo CAPOX contra FOLFOX-4, em SEGUIDA, AO bevacizumab versus placebo. PFS foi o Objectivo primário.
                        • Neste Estudo, 1.401 patients were aleatoriamente designados, ea PFS mediana foi de 9,4 meses parágrafo patients recebendo bevacizumab e 8,0 meses parágrafo OS Doentes Tratados com placebo (HR, 0,83; IC de 97,5%, 0,72 -0,95; P = 0,0023) [68] [Nível de Evidência: 1iiDiii].
                        • OS mediana foi de 21,3 meses parágrafo OS PACIENTES bevacizumab Receber e 19,9 meses parágrafo OS PACIENTES that receberam placebo (HR, 0,89; IC de 97,5%, 0,76-1,03; P = 0,077).
                        • A mediana PFS (Análise de intenção de TRATAR) foi de 8,0 meses Nos Braços contendo CAPOX Agrupados contra 8,5 meses nsa Braços contendo FOLFOX-4 (HR, 1,04; IC de 97,5%, 0,93- 1,16), com o limite superior de fazer CI de 97,5%, SENDO inferior à Margem de Nao inferioridade predefinido de 1,23. [68, 69]
                        • O Efeito de bevacizumab não OS E provável Que seja Menos do Que o Que foi observado nenhum Estudo originais Hurwitz. [66]
                        • Investigadores dos patients randomizados Eastern Cooperative Oncology Group, Que haviam progredido em 5-FU leucovorina e irinotecano, Quer FOLFOX UO FOLFOX e bevacizumab.
                          • Os patients randomizados parágrafo FOLFOX e bevacizumab experimentaram Uma Melhoria estatisticamente significativa na PFS (7,43 meses contra 4,7 meses, HR, 0,61; P lt; 0001) e OS (12,9 meses em comparação com 10,8 meses, HR, 0,75; P = 0,0011) [70] [Nível de Evidência: 1iiA].
                          • FOLFOXIRI
                            1. A Combinação de FOLFOXIRI com bevacizumab foi comparado com FOLFIRI com bevacizumab em hum Estudo randomizado, fase III de 508 patients com Câncer colorretal metastático NÃO TRATADO [72] [Nível de Evidência: 1iiDiii].
                            • A PFS mediana foi de 12,1 meses no grupo FOLFOXIRI, em Comparação com 9,7 meses no grupo FOLFIRI (HR Pará a Progressão, 0,75; IC 95%, 0,62-0,90; P = 0,003). OS NAO FOI significativamente Diferente Entre OS Grupos (31,0 vs 25,8 meses; HRmorte. 0,79; IC 95%, 0,63-1,00; P = 0,054).
                            • Os patients that receberam FOLFOXIRI tinham significativamente Mais graus 3 e 4, incluíndo toxicidades neutropenia, estomatite, e neuropatia Periférica.
                            cetuximab
                            1. Para OS regimes patients Que Tem progredido EM contendo irinotecano, um Estudo randomizado, Estudo de fase II foi Realizado de QUALQUÉR cetuximab OU cetuximab irinotecano e [73] [Nível de Evidência: 3iiiDiv].
                            • O TTP mediana parágrafo OS PACIENTES that receberam cetuximab foi de 1,5 meses, em Comparação com o TTP mediana de 4,2 meses parágrafo patients recebendo cetuximab irinotecano e [73] [Nível de Evidência: 1iiDiii].
                            • de base Com Estudo Neste, o cetuximab foi Aprovado Para utilização em patients com Câncer colorretal metastático refractario a 5-FU e Irinotecano.
                          • O Estudo de cristal (EMR 62202-013 [NCT00154102]) Distribuídos aleatoriamente 1.198 patients com Câncer em Estágio IV colorectal parágrafo FOLFIRI com OU sem cetuximab [74] [Nível de Evidência: 1iiDii].
                            • A adição de cetuximab foi Associada com Uma Melhoria PFS (HR, 0,85; IC de 95%, 0,72-0,99; P = 0,048, Por Um teste estratificado de log classificação), mas NÃO OS.
                            • Estudos retrospectivos de patients com Câncer colorretal metastático TEM sugerido that como Respostas à terapia com Anticorpos anti-EGFR estao confinados a patients com Tumores Que abrigam Tipos Selvagens de KRAS (Isto É, Mutações Não Tem ativadoras no códon 12 OU 13 fazer KRAS gene).
                            • KRAS Estatuto Feito foi em Pacientes incluidos no Estudo de Cristal. Houve Uma Interação significativa Pará KRAS estado de mutação e Tratamento Para uma RESPOSTA do tumor (P = 0,03), mas NÃO parágrafo PFS (P = 0,07). Entre OS PACIENTES COM KRAS Tumores fazer Selvagem tipo, o HR favoreceu o grupo FOLFIRI / cetuximab (HR, 0,68; IC 95%, 0,50-0,94).
                            • Em hum Estudo randomizado, patients com Câncer colorretal metastático receberam Capecitabina / oxaliplatina / bevacizumab com OU sem cetuximab [75] [Nível de Evidência: 1iiDiii].
                              • A PFS Mediana was de 9,4 meses sem Grupo that recebeu cetuximab e de 10,7 meses no grupo that NÃO recebeu cetuximab (P = 0,01).
                              • Numa subconjunto Análise, cetuximab-Tratados patients com Tumores tendão Uma mutado KRAS gene tinham diminuído significativamente PFS em Comparação com patients Tratados com cetuximab com o tipo Selvagem KRAS Tumores (8,1 Meses contra 10,5 meses; P = 0,04).
                              • Doentes Tratados com cetuximab com mutado KRAS Tumores tinham hum PFS significativamente menor em Comparação com patients com mutado KRAS Tumores that NÃO receberam cetuximab (8,1 meses em comparação com 12,5 meses; P = 0,003) e hum Sistema Operacional significativamente menor (17,2 meses em comparação com 24,9 meses; P = 0,03).
                              • O Conselho de Investigação Médica (MRC) (COIN [NCT00182715] trial) procurou responder à Questão de saber se a adição de cetuximab à quimioterapia combinada com Uma fluoropirimidina e oxaliplatina não Tratamento de Primeira Linha parágrafo patients com Primeiro-line KRAS Tumores do tipo Selvagem Benefica foi. [76, 77]
                                • Além Disso, o MRC visou avaliar o Efeito de quimioterapia contra intermitente quimioterapia Contínua. Os 1.630 patients were Divididos aleatoriamente em Três grupos de Tratamento:
                                  • Braço A: fluoropirimidina / oxaliplatina.
                                  • Braço B: fluoropirimidina / oxaliplatina / cetuximab.
                                  • Braço C: intermitente fluoropirimidina / oxaliplatina.
                                  • Como comparações Entre OS grupos de A e B e Os Braços A e C were analisadas separadamente e Publicada. [76, 77]
                                  • Em Pacientes com KRAS Tumores fazer Selvagem tipo (Braço A, n = 367; Braço B, n = 362), OS NÃO diferiu Entre OS Grupos de Tratamento (Sobrevivência Media, 17,9 meses [Intervalo interquartil (IQR) 10,3-29,2] no grupo Controle contra 17,0 meses [IQR, 9,4-30,1] no grupo de cetuximab; HR, 1,04; IC 95%, 0,87-1,23; P = 0,67). Da MESMA forma, Não houve Efeito Sobre a PFS (8,6 meses [IQR, 5,0-12,5] no grupo Controle contra 8,6 meses [IQR, 5,1-13,8] sem cetuximab grupo de; HR, 0,96; IC 95%, 0,82-1,12; P . = 0,60) [76, 77] [Nível de Evidência: 1iiA]
                                  • Como Razões Para a falta de Benefício na adição de cetuximab Não São Claras. Subconjuntos de Análises sugerem Que o Uso de Capecitabina foi Associada a hum resultado inferior, e uma utilização da terapia de Segunda Linha foi Menos Frequente em Doentes Tratados com cetuximab.
                                  • De: Não houve Diferença Entre OS PACIENTES Tratados continuamente (Braço A) e OS PACIENTES de forma intermitente Tratados (Braço C). A Media sobrevida na População com intenção de TRATAR (n = 815 em Ambos OS grupos) foi de 15,8 meses (IQR, 9,4-26,1) no Braço A e 14,4 meses (IQR, 8,0-24,7) em Braço C (HR, 1.084; 80% CI, 1,008-1,165). Na População POR protocolo, Que incluiu APENAS OS PACIENTES that estavam livres de Progressão em 12 Semanas e Distribuídos aleatoriamente parágrafo Continuar o Tratamento UO ir em hum Feriado quimioterapia (Braço A, n = 467; o Braço de C, n = 511), um sobrevida mediana foi de 19,6 meses (IQR, 13,0-28,1) no Braço A e 18,0 meses (IQR, 12,1-29,3) no Braço C (RH, 1.087; 95% CI, 0,986-1,198) . Os limites superiores de Instituições de Crédito POR horas em Ambas como analyses were MAIORES fazer that o limite de Nao inferioridade predened. Enquanto a quimioterapia INTERMITENTE NAO FOI Considerada Nao inferiores, Diferenças parecia Haver clinicamente insignificantes sem Paciente.
                                  • O Estudo OPUS procurou avaliar o Efeito da adição de cetuximab Ao Tratamento de Primeira Linha com hum regime FOLFOX em hum open-rotulados, randomizado, Multicêntrico, fase de Estudo de patients com Câncer colorretal metastático com Expressão de EGFR II. [78]
                                    • No Estudo, 344 patients were aleatoriamente designados parágrafo Receber FOLFOX-4 Sozinho UO FOLFOX-4 Mais cetuximab. De: Não houve Diferença estatisticamente significativa na taxa de RESPOSTA UO PFS.
                                    • Sobre a estratificada Análise, patients com KRAS Tumores do tipo Selvagem were analisados ​​separadamente. Não KRAS População de Tumores fazer Selvagem tipo, havia Uma Melhoria estatisticamente significativa na taxa de RESPOSTA (61% vs 37%, P = 0,011) e PFS (7,7 meses em comparação com 7,2 meses, P = 0,0163).
                                    • Sobre a estratificada Análise, patients com KRAS Tumores mutantes recebendo FOLFOX-4-cetuximab tiveram hum aumento estatisticamente significativo PFS piores fazer that patients com KRAS Tumores mutantes recebendo FOLFOX-4 (5,5 meses em comparação com 8,6 meses, P = 0,0192) [78] [Nível de Evidência: 1iiD].
                                    • aflibercept

                                      Aflibercept E UMA molécula anti-VEGF novo e TEM SIDO avaliada Como hum Componente de terapia de Segunda Linha em Doentes com Cancro colorretal metastático.

                                      1. Em hum Ensaio, 1.226 patients were aleatoriamente designados parágrafo Receber aflibercept (4 mg / kg IV) UO placebos Cada 2 Semanas em Combinação com FOLFIRI [79] [Nível de Evidência: 1a].
                                      • Os patients that receberam aflibercept Mais FOLFIRI tinham melhorado significativamente como taxas de OS, com tempos medios de Sobrevivência de 13,50 meses, EM Comparação COM OS PACIENTES that receberam placebos Maïs FOLFIRI, com tempos medios de Sobrevivência de 12,06 meses (HR, 0817; IC 95,34%, 0,713-0,937; P = 0,0032).
                                      • Os patients that receberam aflibercept Mais FOLFIRI also tinha melhorado significativamente como taxas de PFS, com taxas de PFS mediana de 6,90 meses, em Comparação COM OS PACIENTES that receberam placebos Maïs FOLFIRI, com taxas de PFS mediana de 4,67 meses (HR , 0758; 95% CI, 0,661-0,869; P lt; , 0001).
                                      • COM Nestes base de Resultados, o Uso de Mais FOLFIRI aflibercept e Um Tratamento de Segunda Linha aceitável parágrafo Doentes previamente Tratados com quimioterapia baseada em FOLFOX. Se Quer Continuar OU Iniciar aflibercept bevacizumab na terapia de Segunda Linha NÃO foi abordado AINDA em QUALQUÉR Ensaio clínico, e Não Há Dados Disponíveis.
                                      Ramucirumab

                                      Ramucirumab e Um anticorpo monoclonal humanizado Completamente Que se liga receptor Ao vascular-2 do fator de Crescimento endotelial (VEGFR-2).

                                      1. Não randomizado não cego, fase III AUMENTO Estudo (NCT01183780), 1.072 patients com Câncer em Estágio IV colorectal, Que haviam progredido na quimioterapia de Primeira Linha were aleatoriamente designados parágrafo FOLFIRI com OU sem ramucirumab (8 mg / kg). [80] [Nível de Evidência: 1iiA]
                                      • Pacientes designados parágrafo FOLFIRI Mais ramucirumab Teve Uma melhora significativa na sobrevida de mídia (13,3 meses em comparação com 11,7 meses; HR, 0,84; P = 0,0219) e PFS (5,7 meses em comparação com 4,5 meses; RH, 0793; P = 0,0005).
                                      • Grau 3 eventos adversos were Mais Comuns não ramucirumab grupo, incluíndo 3 neutropenia de grau.
                                      • COM Nestes base de datos, FOLFIRI Mais ramucirumab e Um regime de Segunda Linha aceitável parágrafo Doentes previamente Tratados com FOLFOX-bevacizumab. Se Quer Continuar bevacizumab em quimioterapia de Segunda Linha OU USAR ramucirumab em quimioterapia de Segunda Linha AINDA NÃO foi abordado em hum Ensaio clínico.
                                      panitumumab

                                      Panitumumab e Um anticorpo humanizado Completamente contra o EGFR. A FDA aprovou o panitumumab Para utilização em patients com Câncer colorretal metastático refractario a quimioterapia. [81] in Ensaios Clínicos, panitumumab demonstrou eficacia Como agente Único UO em terapia de Combinação, O Que era consistente com OS Efeitos Sobre o PFS e OS com cetuximab. Parece haver hum Efeito de classe consistente.

                                      1. Em hum Ensaio clínico de fase III, OS PACIENTES COM Câncer colorretal quimioterapia refratária were aleatoriamente designados parágrafo panitumumab OU Melhores Cuidados de Suporte [81] [Nível de Evidência: 1iiDiii].
                                      • Os patients that receberam panitumumab experimentou hum PFS Melhorada (8 Semanas contra 7,3 Semanas, RH, 0,54; IC 95%, 0,44-0,66; P lt; , 0001).
                                      • De: Não houve Diferença sem OS, Que foi Pensado Para Ser o resultado de 76% dos Doentes com Melhores Cuidados de Suporte Cruzamento Sobre a panitumumab.
                                    • Sem Panitumumab experimentação Randomized em Combinação com quimioterapia parágrafo Câncer colorretal metastático Para determinar a eficacia (PRIME) [NCT00364013] Estudo, 1.183 patients were aleatoriamente designados parágrafo FOLFOX-4 com OU sem panitumumab Como terapia de Primeira Linha parágrafo Câncer colorretal metastático. O Estudo foi alterada para ampliar o * Tamanho da Amostra parágrafo TRATAR patients com um KRAS Tumores do tipo Selvagem e mutante com patients KRAS . Tumores separadamente [82] [Nível de Evidência: 1iiDiii]
                                      1. Para patients com KRAS Tumores fazer Selvagem tipo, foi observada Uma Melhoria estatisticamente significativa na PFS naqueles Que receberam panitumumab / FOLFOX-4 em Comparação com aqueles Que receberam APENAS FOLFOX-4 (HR, 0,80; 95% CI,, 66-, 97; P = .02, Estratificada log-rank test).
                                      2. PFS mediana foi de 9,6 meses (IC 95%, 9,2 meses a 11,1 Meses) patients parágrafo OS that receberam panitumumab / FOLFOX-4 e 8,0 Meses (IC 95%, 7,5 meses a 9, 3 meses) patients parágrafo OS that receberam FOLFOX-4. OS NÃO foi significativamente diferente Entre OS grupos (HR, 0,83; IC 95%, 0,67-1,02; P = 0,072).
                                      3. Para patients com mutante KRAS Tumores, houve piores PFS com a adição de panitumumab (HR, 1,29; IC 95%, 1,04-1,62; P = .02, Estratificada log-rank test).
                                        • PFS mediana foi de 7,3 meses (IC 95%, 6,3 Meses a 8,0 meses) Para panitumumab / FOLFOX-4 e 8,8 meses (IC 95%, 7,7 meses a 9,4 meses) Pará FOLFOX-4 Sozinho.
                                        • Posteriormente, Uma Análise retrospectiva avaliou patients com o tipo Selvagem KRAS estado exão 2 parágrafo A Outra KRAS e BRAF . Mutações [83] [Nível de Evidência: 3iiiA]
                                          • Dos 620 patients that were inicialmente identificadas Como NÃO tendão Uma mutação no exão 2 de KRAS. 108 patients (17%) were encontrados parágrafo ter Adicionais RAS Mutações e 53 patients (8%) were Encontrados a ter BRAF Mutações. Numa Análise retrospectiva, OS PACIENTES SEM QUALQUÉR RAS UO BRAF Mutações Teve hum PFS Mais Longo (10,8 meses contra 9,2 meses, P = 0,002) e SO (28,3 meses em comparação com 20,9 meses, P = 0,02), Quando atribuido Ao FOLFOX-4 / Braço panitumumab fazer that OS PACIENTES designados PARA O Braço de FOLFOX-4.
                                          • Da MESMA forma, a adição de panitumumab a hum regime de FOLFOX / bevacizumab resultou em hum Pior PFS e Pior Toxicidade em Comparação com hum regime de FOLFOX / bevacizumab Sozinho em Doentes NÃO Seleccionados Pará KRAS mutação não Cancro do cólon metastático (11,4 meses em comparação com 10,0 meses, HR, 1,27; IC 95%, 1,06-1,52) [84] [Nível de Evidência: 1iiDiii].
                                          • Em Outro Estudo (NCT00339183), patients com Câncer colorretal metastático that Já tinham Recebido hum regime de fluoropirimidina were aleatoriamente designados parágrafo FOLFIRI OU FOLFIRI Maïs panitumumab [85] [Nível de Evidência: 1iiDiii].
                                            1. Em Uma Análise post hoc, patients com KRAS Tumores que tipo Selvagem experimentou hum estatisticamente significativa Vantagem PFS (HR, 0,73; IC 95%, 0,59-0,90; P = 0,004, estratificada log-rank).
                                              • PFS mediana foi de 5,9 meses (IC 95%, 5,5 Meses a 6,7 ​​meses) Para panitumumab / FOLFIRI e 3,9 Meses (IC 95%, 3,7 Meses a 5,3 meses) POR Si Só FOLFIRI.
                                              • OS NÃO foi significativamente diferente. Pacientes com mutante KRAS Tumores experimentaram Nenhum Benefício com a adição de panitumumab.
                                              • O anticorpo anti-EGFR contra anticorpo anti-VEGF com quimioterapia de Primeira Linha

                                                Sem Tratamento de patients com Câncer em Estágio IV colorectal, Não se sabe se OS PACIENTES COM KRAS Câncer de tipo Selvagem DEVE Receber hum anticorpo com anti-EGFR a quimioterapia UO um hum anticorpo anti-VEGF com quimioterapia. Dois Estudos tentaram responder a Questão ESTA. [86, 87]

                                                Evidência (anticorpo anti-EGFR vs. anticorpo anti-VEGF com quimioterapia de Primeira Linha)

                                                1. A FIRE-3 [NCT00433927] Estudo Distribuídos aleatoriamente 592 patients com KRAS exão 2 Tumores do tipo Selvagem Que Não foram Tratados previamente com FOLFIRI Mais cetuximab (297 patients) UO FOLFIRI, alem de bevacizumab (295 patients). O Objectivo primário do Estudo foi uma taxa de RESPOSTA objectiva [86] [Nível de Evidência: 1iiA].
                                                • A taxa de RESPOSTA objetiva NÃO foi significativamente diferente Entre OS grupos (taxa de RESPOSTA objectiva, 62,0%; IC95% 56,2-67,5 vs. taxa de RESPOSTA objectiva, 58,0%; IC95%, 52,1 -63,7; OR, 1,18; IC 95%, 0,85-1,64; P = 0,18).
                                                • PFS mediana foi de 10,0 meses (IC 95%, 8,8-10,8) no grupo de cetuximab e 10,3 meses (IC 95%, 9,8-11,3) sem bevacizumab grupo (RH, 1 , 06; IC 95%, 0,88-1,26; P = 0,55).
                                                • OS mediana foi de 28,7 meses (IC de 95%, 24,0-36,6) não com cetuximab grupo em Comparação com 25,0 meses (22,7-27,6) no grupo bevacizumab (HR, 0,77; IC de 95%, 0,62-0,96; P = 0,017).
                                                • De nota, APENAS 52% dos patients designados PARA O Braço de bevacizumab posteriormente recebeu cetuximab UO panitumumab. [88]
                                              • Estudo de Intergrupo 80,405 [NCT00265850] foi apresentado na Sociedade Americana de Oncologia Clínica Reunião em 2014. Este Estudo Distribuídos aleatoriamente 2.334 patients NÃO Tratados previamente com KRAS Câncer do tipo Selvagem à quimioterapia (FOLFOX OU FOLFIRI) Mais bevacizumab OU quimioterapia Mais cetuximab. OS foi o Objectivo primário [87] [Nível de Evidência: 1iiDiii].
                                                • De: Não houve Diferença estatisticamente significativa na OS Entre OS PACIENTES designados parágrafo bevacizumab UO cetuximab (POR Diferenças de Sistema Operacional, Quimioterapia / bevacizumab = 29.04 [25,66-31,21] meses contra quimioterapia / cetuximab = 29,93 [27.56-31.21] meses; HR, 0,92 [0,78, 1,09]; P = 0,34).
                                                • regorafenib
                                                  1. A ea eficacia Segurança do regorafenib were avaliados em hum Único Estudo, Clínicas de 760 patients com Câncer colorretal metastático previamente Tratados. Os patients were Distribuídos aleatoriamente em um. 2: Uma forma Pará Receber regorafenib OU UM placebo, em adição Ao Tratamento de Suporte [89, 90]
                                                  • Os Doentes Tratados com regorafenib Teve Uma Melhoria estatisticamente significativa na OS (6,4 meses sem regorafenib grupo vs. 5,0 Meses nenhum grupo placebo; HR, 0,77; IC 95%, 0,64-0,94; unilateral P = 0,0052).
                                                  TAS-102
                                                  1. A fase III, Estudo duplo-cego (RECURSO [NCT01607957]) Distribuídos aleatoriamente patients com Câncer colorretal IV 800 Estágio Cujo Câncer tinha SIDO Refratários uma Duas terapias Anteriores. Os patients were Obrigados a receberam 5-FU, oxaliplatina, irinotecano, bevacizumab e, se OS PACIENTES tinham KRAS Câncer fazer Selvagem tipo, cetuximab OU panitumumab. Os Doentes were Distribuídos aleatoriamente em Uma proporção de 2: 1, parágrafo Receber Melhores Cuidados de Suporte Mais TAS-102 (n = 534) UO placebo (n = 266). A Idade Média dos patients foi 63 ano e a maioria dos Pacientes (60% -63%) receberam Quatro OU MAIS Linhas Anteriores de terapia. De Todos os patients tinham anteriormente Recebido fluoropirimidina, irinotecano, oxaliplatina e bevacizumab, e 52% Deles tinham Recebido hum inibidor EGFR. Approximatif 20% dos patients tinham Recebido Tratamento Prévio com regorafenib [91] [Nível de Evidência: 1iiA].
                                                  • TAS-102 foi administrado a 35 mg / m 2 Duas vezes POR com diâmetro de refeições, de Durante 5 dias, com 2 dias de Repouso, de Durante 2 Semanas, seguido Por Um Período de Repouso de 14 dias.
                                                  • O Objectivo primário do Estudo OS foi. O OS mediana parágrafo Doentes com Cancro colo-rectal metastático that receberam TAS-102 foi de 7,1 meses, em Comparação com 5,3 meses parágrafo aqueles Que receberam hum placebo (HR, 0,68; P lt; , 0001).
                                                  • O ritmo PFS Medio há Braco TAS-102 was de 2 Meses contra 1,7 meses com hum placebo (HR, 0,48; P lt; , 0001).
                                                  • OS desfechos secundarios focada em PFS, taxa de RESPOSTA e global de taxa de Controle da Doença.
                                                  • A taxa de RESPOSTA mundial foi de 1,6% com TAS-102, S qua consistiu de UMA RESPOSTA Completa em UM PACIENTE e Respostas parciais EM página Outros patients. A taxa de RESPOSTA COM mundial hum placebo foi de 0,4% (P = 0,29).

                                                  Opções de Tratamento soluçar Avaliação clínica

                                                  Como opções de Tratamento soluçar Avaliação clínica parágrafo Estágio IV e Câncer de cólon recorrentes incluem o Seguinte:

                                                  1. Os Ensaios Clínicos that avaliam Novos Medicamentos e terapia biológica.
                                                  2. Os Ensaios Clínicos comparando VÁRIOS regimes de quimioterapia OU terapia biológica, sozinhos UO em Combinação.

                                                  Ensaios Clínicos Atuais

                                                  Informações Gerais Sobre Ensaios Clínicos TAMBÉM ESTÁ Disponível nenhum site da NCI.

                                                  Referências
                                                  1. UM Serafini, Klein JL, Wolff BG, et ai. Radioimmunoscintigraphy da Recorrente, metastático OU Câncer colorretal oculta com tecnécio 99m-anticorpo monoclonal marcado Totalmente humano 88BV59: Resultados da fase III Estudos piloto, multicêntricos. J Clin Oncol 16 (5): 1777-1787, 1998. [PubMed Abstract]
                                                  2. Wagman LD, Kemeny MM, Leong L, et ai. Um Estudo prospectivo, randomizado de Tratamento de Câncer colorretal metastático Ao Fígado. J Clin Oncol 8 (11): 1885-1893, 1990. [PubMed Abstract]
                                                  3. Scheele J, Stangl R, Altendorf-Hofmann A: metástases hepáticas de carcinoma colorretal: o Impacto da ressecção Cirúrgica Sobre a História natural. Br J Surg 77 (11): 1241-6, 1990. [PubMed Abstract]
                                                  4. J Scheele, Stangl R, Altendorf-Hofmann A, et al. Os Indicadores de Prognóstico Apos uma ressecção hepática Pará secundários colorretal. Cirurgia 110 (1): 13-29, 1991. [PubMed Abstract]
                                                  5. Adson MA, van Heerden JA, Adson MH, et al. Ressecção de metástases hepáticas de Câncer colorretal. Arch Surg 119 (6): 647-51, 1984. [PubMed Abstract]
                                                  6. Coppa GF, Eng K, Ranson JH, et al. ressecção hepática PARA O cólon metastático e Câncer retal. UMA AVALIAÇÃO DOS FATORES pré-operatórios e pós-operatórios. Ann Surg 202 (2): 203-8, 1985. [PubMed Abstract]
                                                  7. Gayowski TJ, S Iwatsuki, Madariaga JR, et ai. Experiência em ressecção hepática PARA O Câncer metastático colo-rectal: Análise dos Fatores de risco Clínicos e patológicos. Cirurgia 116 (4): 703-10; DISCUSSÃO 710-1, 1994. [PubMed Abstract]
                                                  8. Fernández-Trigo V, Shamsa F, Sugarbaker PH: Repetir um ressecções hepáticas de metástase colorretal. Repita hepatica metástases Registro. Cirurgia 117 (3): 296-304, 1995. [PubMed Abstract]
                                                  9. Taylor H, J Forster, Langer B, et al. Um Estudo dos Fatores prognósticos Pará uma ressecção hepática parágrafo metástases colorretais. Am J Surg 173 (6): 467-71, 1997. [PubMed Abstract]
                                                  10. Elias D, Cavalcanti A, Sabourin JC, et ai. Ressecção de metástases hepáticas de Câncer colorretal: o Impacto reais da Margem Cirúrgica. Eur J Surg Oncol 24 (3): 174-9, 1998. [PubMed Abstract]
                                                  11. Girard P, M Ducreux, Baldeyrou P, et al. A Cirurgia do Pará metástases pulmonares de Câncer colorretal: Análise de Fatores prognósticos. J Clin Oncol 14 (7): 2047-53, 1996. [PubMed Abstract]
                                                  12. Hughes KS, Simon R, Songhorabodi S, et al. Ressecção do Fígado parágrafo metástases de carcinoma colorretal: um Estudo multi-institucional de Padrões de recorrência. Cirurgia 100 (2): 278-84, 1986. [PubMed Abstract]
                                                  13. Schlag P, Hohenberger P, Herfarth C: A ressecção de metástases hepáticas em Câncer colorretal – Análise Competitiva dos Resultados do Tratamento em síncrona metástases metacrônicos contra. Eur J Surg Oncol 16 (4): 360-5, 1990. [PubMed Abstract]
                                                  14. Rosen CB, Nagorney DM, Taswell HF, et al. Transfusão de sangue perioperatório e Determinantes de Sobrevivência Apos uma ressecção hepática PARA O carcinoma colorretal metastático. Ann Surg 216 (4): 493-504; DISCUSSÃO 504-5, 1992. [PubMed Abstract]
                                                  15. Fong Y, Fortner J, Sun RL, et al. Escore clínico parágrafo Prever uma recorrência apos ressecção hepática PARA O Cancro colo-rectal metastático: Análise de 1001 Casos consecutivos. Ann Surg 230 (3): 309-18; DISCUSSÃO 318-21, 1999. [PubMed Abstract]
                                                  16. Leonard GD, Brenner B, Kemeny NE: A quimioterapia neoadjuvante Antes da ressecção hepática parágrafo Doentes com metástases hepáticas NÃO ressecáveis ​​de carcinoma colorectal. J Clin Oncol 23 (9): 2038-48, 2005. [PubMed Abstract]
                                                  17. Rossi S, Buscarini E, Garbagnati F, et al. O Tratamento PERCUTÂNEO de Tumores hepáticos Pequenos Por Um eletrodo de agulha RF expansível. AJR Am J Roentgenol 170 (4): 1015-1022, 1998. [PubMed Abstract]
                                                  18. Solbiati G, Livraghi t, Goldberg SN, et ai. ablação POR radiofrequência percutánea de metástases hepáticas de Câncer colorretal: Resultados a Longo Prazo em 117 patients. Radiology 221 (1): 159-66, 2001. [PubMed Abstract]
                                                  19. Lencioni R, S Goletti, Armillotta N, et al. ablação térmica de Radio-Frequência de metástases hepáticas com Uma agulha eletrodo-tip refrigerado: Resultados de hum Ensaio piloto clínico. Eur Radiol 8 (7): 1205-1211, 1998. [PubMed Abstract]
                                                  20. Curley SA, Izzo F, Delrio P, et al. A ablação POR radiofreqüência de Tumores malignos hepáticos Primarios e metastáticos irressecáveis: Resultados em 123 patients. Ann Surg 230 (1): 1-8, 1999. [PubMed Abstract]
                                                  21. Hum Oshowo, Gillams A, E Harrison, et al. Comparação de ressecção e ablação POR radiofrequência Para o Tratamento de metástases hepáticas colorretais solitarias. Br J Surg 90 (10): 1240-3, 2003. [PubMed Abstract]
                                                  22. Livraghi t, Solbiati L, Meloni F, et al. ablação POR radiofrequência percutánea de metástases hepáticas em potenciais candidatos à ressecção: a "test-of-time Abordagem". Cancer 97 (12): 3027-35, 2003. [PubMed Abstract]
                                                  23. Pawlik TM, Izzo M, Cohen DS, et ai. ressecção Combinados e ablação POR radiofrequência Pará neoplasias hepáticas avançadas: Resultados EM 172 PACIENTES. Ann Surg Oncol 10 (9): 1059-1069, 2003. [PubMed Abstract]
                                                  24. Jarnagin WR, Fong Y, Ky A, et al. ressecção hepática PARA O Câncer metastático colo-rectal: avaliar o Risco de Doença irressecável ocultismo. J Am Coll Surg 188 (1): 33-42, 1999. [PubMed Abstract]
                                                  25. Ravikumar TS, Kaleya R, Kishinevsky A: terapia ablativa Cirúrgica de Tumores hepáticos. Câncer: Princípios e Prática da Oncologia Updates 14 (3): 1-12, 2000.
                                                  26. Seifert JK, Morris DL: Fatores prognósticos Apos um crioterapia parágrafo metástases hepáticas de Câncer colorretal. Ann Surg 228 (2): 201-8, 1998. [PubMed Abstract]
                                                  27. Bageacu S, D Kaczmarek, Lacroix M, et al. Criocirurgia parágrafo metástases hepáticas ressecáveis ​​e irressecáveis ​​de Câncer colorretal. Eur J Surg Oncol 33 (5): 590-6, 2007. [PubMed Abstract]
                                                  28. Thomas DS, Nauta RJ, Rodgers JE, et ai. Alta taxa de dose de irradiação intraoperatória intersticial de metástases hepáticas de carcinoma colorectal. Os Resultados de Uma fase I-II Ensaio fazer. Cancer 71 (6): 1977-1981, 1993. [PubMed Abstract]
                                                  29. Ravikumar TS: Terapias intersticiais Pará Tumores hepáticos. Surg Oncol Clin N Am 5 (2): 365-77, 1996. [PubMed Abstract]
                                                  30. McAfee MK, Allen MS, Trastek VF, et al. metástases pulmonares colorretal: Resultados da excisão Cirúrgica. Ann Thorac Surg 53 (5): 780-5; DISCUSSÃO 785-6, 1992. [PubMed Abstract]
                                                  31. Headrick JR, Miller DL, Nagorney DM, et al. O Tratamento Cirúrgico de metástases hepáticas e pulmonares POR Câncer de cólon. Ann Thorac Surg 71 (3): 975-9; DISCUSSÃO 979-80, 2001. [PubMed Abstract]
                                                  32. Portier G, Elias D, Bouche S, et al. Multicêntrico, randomizado Julgamento de fluorouracil e ácido folínico adjuvante em Comparação com a Cirurgia Sozinha Apos uma ressecção de metástases hepáticas colorretais: FFCD ACHBTH AURC 9002 Julgamento. J Clin Oncol 24 (31): 4976-82, 2006. [PubMed Abstract]
                                                  33. Mitry E, Campos AL, Bleiberg H, et al. A quimioterapia adjuvante Apos uma ressecção potencialmente curativo de metástases de Câncer colorretal: Uma Análise Conjunta de Dois Estudos randomizados. J Clin Oncol 26 (30): 4906-11, 2008. [PubMed Abstract]
                                                  34. Ychou H, W Hohenberger, Thezenas S, et al. Um Estudo randomizado de fase III comparando ácido adjuvante 5-fluorouracil / folínico com FOLFIRI em patients apos ressecção completa das metástases hepáticas de Câncer colorretal. Ann Oncol 20 (12): 1964-1970, 2009. [PubMed Abstract]
                                                  35. Nordlinger B, Sorbye H, Glimelius B, et al. quimioterapia perioperatória com FOLFOX4 e Cirurgia contra Cirurgia Sozinho POR metástases hepáticas operados de Câncer colorretal (EORTC Intergrupo Julgamento 40983): um Estudo Controlado randomizado. Lancet 371 (9617): 1007-1016, 2008. [PubMed Abstract]
                                                  36. Kemeny N, Daly J, B Reichman, et ai. infusão intra-hepática OU sistémica de fluorodesoxiuridina em patients com metástases hepáticas de carcinoma colorectal. Um Estudo randomizado. Ann Intern Med 107 (4): 459-65, 1987. [PubMed Abstract]
                                                  37. Chang AE, Schneider PD, Sugarbaker PH, et al. Um Estudo prospectivo randomizado de Região Lisboa em Relação Contínua de quimioterapia sistêmica 5-fluorodesoxiuridina sem Tratamento de metástases hepáticas colorretais. Ann Surg 206 (6): 685-93, 1987. [PubMed Abstract]
                                                  38. Rougier P, laplanchiano A, Huguier M, et al. infusão arterial hepática de floxuridina em patients com metástases hepáticas de carcinoma colorretal: Resultados a Longo Prazo de Um Estudo prospectivo e randomizado. J Clin Oncol 10 (7): 1112-8, 1992. [PubMed Abstract]
                                                  39. Kemeny N, Cohen A, Seiter K, et al. Estudo randomizado de floxuridina hepática arterial, mitomicina e carmustina contra floxuridina Sozinho em Doentes previamente Tratados com metástases hepáticas de Câncer colorretal. J Clin Oncol 11 (2): 330-5, 1993. [PubMed Abstract]
                                                  40. Reavaliação de infusão hepática arterial sem Tratamento de metástases do Fígado NÃO operáveis ​​de Cancro colo-rectal. Meta-Analysis Grupo em Câncer. J Natl Cancer Inst 88 (5): 252-8, 1996. [PubMed Abstract]
                                                  41. Mocellin S, P Pilati, Lise M, et al. Meta-Análise de infusão arterial hepática de metástases hepáticas NÃO ressecáveis ​​de Câncer colorretal: O Fim de Era Uma? J Clin Oncol 25 (35): 5649-54, 2007. [PubMed Abstract]
                                                  42. Kemeny N, Huang Y, Cohen AM, et al. infusão arterial hepática de quimioterapia apos ressecção de metástases hepáticas de Câncer colorretal. N Engl J Med 341 (27): 2039-48, 1999. [PubMed Abstract]
                                                  43. Kemeny MM, Adak S, cinza B, et al. -tratamento de Modalidade combinada PARA O carcinoma colorretal metastático operável PARA O Fígado: ressecção Cirúrgica das metástases hepáticas em Combinação com infusão Contínua de quimioterapia – hum Estudo intergrupo. J Clin Oncol 20 (6): 1499-505, 2002. [PubMed Abstract]
                                                  44. Petrelli N, Herrera L, Rustum Y, et al. Um Estudo prospectivo randomizado de 5-fluorouracil contra 5-fluorouracil e altas doses de leucovorina contra 5-fluorouracil e metotrexato em Doentes Tratados NÃO previamente com carcinoma colorretal Avançado. J Clin Oncol 5 (10): 1559-1565, 1987. [PubMed Abstract]
                                                  45. Petrelli N, Douglass HO Jr, Herrera L, et ai. A modulação da fluorouracil com leucovorina sem carcinoma colorretal metastático: um Estudo prospectivo randomizado de fase III. Tumor gastrointestinal Study Group. J Clin Oncol 7 (10): 1419-1426, 1989. [PubMed Abstract]
                                                  46. Scheithauer W, Rosen H, Kornek GV, et ai. Comparação randomizados de quimioterapia de Combinação, Mais Cuidados de Suporte com Cuidados de Suporte Sozinho em patients com Câncer colorretal metastático. BMJ 306 (6880): 752-5, 1993. [PubMed Abstract]
                                                  47. Expectativa OU quimioterapia Primária em Doentes com Doença Avançada assintomática Cancro colo-rectal: um Estudo randomizado. Tumor Nordic Gastrointestinal adjuvante Grupo Therapy. J Clin Oncol 10 (6): 904-11, 1992. [PubMed Abstract]
                                                  48. Buyse H, P Thirion, Carlson RW, et ai. Relação Entre a RESPOSTA fazer tumor à quimioterapia de Primeira Linha e Sobrevivência Avançado não Cancro colo-rectal: a meta-Análise. Meta-Analysis Grupo em Câncer. Lancet 356 (9227): 373-8, 2000. [PubMed Abstract]
                                                  49. Leichman CG, Fleming TR, Muggia FM, et ai. Estudo de Fase II de fluorouracil é Sua modulação em Câncer colorretal Avançado: um Estudo Southwest Oncology Group. J Clin Oncol 13 (6): 1303-1311, 1995. [PubMed Abstract]
                                                  50. Van Cutsem E, Twelves C, Cassidy J, et al. Capecitabina oral, em Comparação com fluorouracil intravenoso Mais leucovorin em patients com Câncer colorretal metastático: Resultados de hum grande Estudo de fase III. J Clin Oncol 19 (21): 4097-106, 2001. [PubMed Abstract]
                                                  51. Hoff PM, Ansari R, Batist G, et al. Comparação de Capecitabina oral versus intravenosa fluorouracil acrescido de leucovorina Como Tratamento de Primeira Linha em 605 patients com Câncer colorretal metastático: Resultados de hum Estudo randomizado de fase III. J Clin Oncol 19 (8): 2282-92, 2001. [PubMed Abstract]
                                                  52. Saltz LB, Cox JV, Blanke C, et al. Irinotecano fluorouracil acrescido e leucovorina parágrafo Câncer colorretal metastático. Grupo de Estudo irinotecano. N Engl J Med 343 (13): 905-14, 2000. [PubMed Abstract]
                                                  53. Um de Gramont, Figer A, Seymour M, et al. Leucovorina e fluorouracil com OU sem oxaliplatina Como Tratamento de Primeira Linha em Câncer colorretal Avançado. J Clin Oncol 18 (16): 2938-47, 2000. [PubMed Abstract]
                                                  54. Douillard JY, Cunningham D, Roth AD, et al. Irinotecano combinado com fluorouracil Comparação com fluorouracil Sozinho Como Tratamento de Primeira Linha de Câncer colorretal metastático: um Estudo Multicêntrico randomizado. Lancet 355 (9209): 1041-7, 2000. [PubMed Abstract]
                                                  55. Tournigand C, André T, Achille E, et al. FOLFIRI seguido POR FOLFOX6 UO uma Sequência inversa não Avançado colo-rectal Câncer: um Estudo randomizado GERCOR. J Clin Oncol 22 (2): 229-37, 2004. [PubMed Abstract]
                                                  56. Colucci L, V Gebbia, Paoletti L, et ai. Fase III Julgamento de FOLFIRI contra FOLFOX4 randomizados Para o Tratamento de Câncer colorretal Avançado: um Estudo Multicêntrico do Gruppo oncológico dell’Italia Meridionale. J Clin Oncol 23 (22): 4866-75, 2005. [PubMed Abstract]
                                                  57. Fuchs CS, J Marshall, Mitchell E, et al. Randomizado e Controlado de irinotecano Mais infusão, bolus, OU fluoropirimidinas orais sem Tratamento de Primeira Linha de Câncer colorretal metastático: Resultados do Estudo de BICC-C. J Clin Oncol 25 (30): 4779-86, 2007. [PubMed Abstract]
                                                  58. Díaz-Rubio E, Tabernero J, Gómez-España A, et al. Estudo de Fase III da Capecitabina acrescido de oxaliplatin Comparação com fluorouracil-infusão Contínua acrescido de oxaliplatin Como terapia de Primeira Linha em Câncer colorretal metastático: Relatório final, fazer Grupo Cooperativo Espanhol PARA O Tratamento de Tumores do Aparelho Digestivo Julgamento. J Clin Oncol 25 (27): 4224-30, 2007. [PubMed Abstract]
                                                  59. Porschen R, Arkenau HT, Kubicka S, et al. Estudo de Fase III da Capecitabina acrescido de oxaliplatin Comparação com fluorouracil e leucovorina acrescido de oxaliplatin em Câncer colorretal metastático: um Relatório final, fazer Grupo de Estudo Colorectal AIO. J Clin Oncol 25 (27): 4217-23, 2007. [PubMed Abstract]
                                                  60. Rothenberg ML, Eckardt JR, Kuhn JG, et al. II Ensaio de Fase de irinotecano em patients com Câncer colorretal progressiva OU hum aumento Rápido Recorrente. J Clin Oncol 14 (4): 1128-1135, 1996. [PubMed Abstract]
                                                  61. Conti JA, Kemeny NE, Saltz LB, et al. Irinotecano e Um agente Ativo em patients NÃO Tratados com Câncer colorretal metastático. J Clin Oncol 14 (3): 709-15, 1996. [PubMed Abstract]
                                                  62. Rougier P, Van Cutsem E, Bajetta E, et al. Julgamento de irinotecan contra fluorouracil randomizados POR infusão Contínua apos falha fluorouracil em patients com Câncer colorretal metastático. Lancet 352 (9138): 1407-1412, 1998. [PubMed Abstract]
                                                  63. Rothenberg ML, Oza AM, Bigelow RH, et al. Superioridade de oxaliplatina e fluorouracil-leucovorin em Comparação com a terapia Sozinha em patients com Câncer colorretal progressiva APOS irinotecano e fluorouracil-leucovorina: Resultados provisórios de hum Estudo de fase III. J Clin Oncol 21 (11): 2059-69, 2003. [PubMed Abstract]
                                                  64. Hurwitz H, L Fehrenbacher, W Novotny, et ai. Bevacizumab Mais irinotecan, fluorouracil e leucovorina parágrafo Câncer colorretal metastático. N Engl J Med 350 (23): 2335-42, 2004. [PubMed Abstract]
                                                  65. Sanoff HK, Sargent DJ, Campbell ME, et al. Dados de cinco ano e Análise de Fator Prognóstico de oxaliplatina e irinotecano Combinações parágrafo Câncer colorretal Avançado: N9741. J Clin Oncol 26 (35): 5721-7, 2008. [PubMed Abstract]
                                                  66. Saltz LB, Clarke S, Díaz-Rubio E, et al. Bevacizumab em Combinação com quimioterapia baseada em oxaliplatina Como terapia de Primeira Linha em Câncer colorretal metastático: um Estudo randomizado de fase III. J Clin Oncol 26 (12): 2013-9, 2008. [PubMed Abstract]
                                                  67. Cassidy J, Clarke S, Diaz-Rubio E, et al. Randomizado Estudo de fase III da Capecitabina acrescido de oxaliplatin em Comparação com ácido fluorouracil / folínico acrescido de oxaliplatin Como terapia de Primeira Linha parágrafo Câncer colorretal metastático. J Clin Oncol 26 (12): 2006-12, 2008. [PubMed Abstract]
                                                  68. Giantonio BJ, Catalano PJ, Meropol NJ, et ai. Altas doses de bevacizumab melhora a sobrevida when combinado com FOLFOX4 em Câncer colorretal Avançado previamente Tratados: Resultados do Estudo E3200 Eastern Cooperative Oncology Group (ECOG). [Abstract] J Clin Oncol 23 (Suppl 16): A-2, 1s, de 2,005.
                                                  69. Arnold D, Andre t, Bennouna J, et al. Bevacizumab (BEV) Mais quimioterapia (QT) continuou Além da Primeira Progressão em patients com Câncer metastático colo-rectal (mCRC) previamente Tratados com BEV Mais CT: Resultados de hum Estudo intergrupo randomizado de fase III (Estudo TML). [Resumo] J Clin Oncol 30 (Suppl 15): A-CRA3503 de 2012.
                                                  70. Loupakis F, Cremolini C, Masi L, et ai. A terapia inicial com FOLFOXIRI e bevacizumab parágrafo Câncer colorretal metastático. N Engl J Med 371 (17): 1609-1618, 2014. [PubMed Abstract]
                                                  71. Cunningham D, Y, Humblet, Siena S, et al. monoterapia com cetuximab, e cetuximab Mais irinotecano em Câncer colorretal metastático irinotecan-refratário. N Engl J Med 351 (4): 337-45, 2004. [PubMed Abstract]
                                                  72. Tol J, Koopman M, Cats A, et al. Quimioterapia, bevacizumab, cetuximab e em Câncer metastático colorretal. N Engl J Med 360 (6): 563-72, 2009. [PubMed Abstract]
                                                  73. Maughan TS, Adams RA, Smith, CG, et ai. A adição de cetuximab a Primeira Linha quimioterapia combinada à base de oxaliplatina de Pará o Tratamento de Câncer colorretal Avançado: Resultados da fase 3 randomizados Julgamento MRC COIN. Lancet 377 (9783): 2103-14, 2011. [PubMed Abstract]
                                                  74. Adams RA, Meade AM, Seymour MT, et al. Intermitente contra oxaliplatina Contínua e quimioterapia de Combinação fluoropirimidina Para o Tratamento de Primeira Linha de Câncer colorretal Avançado: Resultados da fase 3 randomizados Julgamento MRC COIN. Lancet Oncol 12 (7): 642-53, 2011. [PubMed Abstract]
                                                  75. Bokemeyer C, Cutsem EV, Rougier P, et al. A adição de cetuximab à quimioterapia Como Tratamento de Primeira Linha parágrafo KRAS do tipo Selvagem Câncer colorretal metastático: pool Análise dos Ensaios Clínicos randomizados de cristal e OPUS. Eur J Cancer 48 (10): 1466-1475, 2012. [PubMed Abstract]
                                                  76. Van Cutsem E, Tabernero J, Lakomy R, et al. A adição de aflibercept parágrafo fluorouracil, leucovorin e irinotecan melhora a Sobrevivência em hum Ensaio randomizado de fase III em patients com Câncer colorretal metastático previamente Tratados com hum regime à base de oxaliplatina de. J Clin Oncol 30 (28): 3499-506, 2012. [PubMed Abstract]
                                                  77. Tabernero J, Yoshino t, AL Cohn, et al. Ramucirumab versus placebo em Combinação com de Segunda Linha FOLFIRI em patients com carcinoma colorectal metastático that progrediu Durante OU APOS uma terapia de Primeira Linha com bevacizumab, oxaliplatina e Uma fluoropirimidina (aumento): um Estudo randomizado, duplo-cego, Multicêntrico, de fase 3 Estudo. Lancet Oncol 16 (5): 499-508, 2015. [PubMed Abstract]
                                                  78. Van Cutsem E, Peeters M, Siena S, et al. Estudo de fase III Open-Rótulo de panitumumab Além de Melhores Cuidados de Suporte when comparado AOS Cuidados de Suporte Sozinho em patients com Câncer colorretal metastático quimioterapia refratária. J Clin Oncol 25 (13): 1658-1664, 2007. [PubMed Abstract]
                                                  79. Douillard JY, Siena S, Cassidy J, et al. Randomizado, fase III Julgamento de panitumumab com fluorouracil infusão, leucovorina e oxaliplatina (FOLFOX4) versus FOLFOX4 Sozinho Como Tratamento de Primeira Linha em patients com Câncer colorretal metastático NÃO Tratados anteriormente: o Estudo PRIME. J Clin Oncol 28 (31): 4697-705, 2010. [PubMed Abstract]
                                                  80. Douillard JY, KS Oliner, Siena S, et al. O Tratamento de COM panitumumab-FOLFOX4 e Mutações RAS não colorretal Câncer. N Engl J Med 369 (11): 1023-1034, 2013. [PubMed Abstract]
                                                  81. Hecht JR, Mitchell E, Chidiac T, et al. Um Ensaio randomizado de fase III-B da quimioterapia, bevacizumab, e panitumumab em Comparação com quimioterapia e bevacizumab Sozinho parágrafo Câncer colorretal metastático. J Clin Oncol 27 (5): 672-80, 2009. [PubMed Abstract]
                                                  82. Peeters M, Preço TJ, Cervantes, A. et al. Randomizado Estudo de fase III de panitumumab com fluorouracil, leucovorin e irinotecan (FOLFIRI) em Comparação com FOLFIRI Sozinho Como Tratamento de Segunda Linha em patients com Câncer colorretal metastático. J Clin Oncol 28 (31): 4706-13, 2010. [PubMed Abstract]
                                                  83. Heinemann V, von Weikersthal LF, Decker T, et al. FOLFIRI Além de cetuximab contra FOLFIRI Mais bevacizumab, Como Tratamento de Primeira Linha parágrafo patients com Câncer colorretal metastático (FIRE-3): a, Estudo cruzado, 3 Ensaio clínico de fase. Lancet Oncol 15 (10): 1065-1075, 2014. [PubMed Abstract]
                                                  84. Venook AP, Niedzwiecki D, Lenz HJ, et al. CALGB / SWOG 80,405: Fase III Julgamento de irinotecan / 5-FU / leucovorina (FOLFIRI) OU oxaliplatina / 5-FU / leucovorina (mFOLFOX6) com bevacizumab (BV) UO cetuximab (CET) Para patients (pts) com KRAS fazer Selvagem tipo (em peso) adenocarcinoma metastático NÃO TRATADO fazer cólon OU fazer recto (MCRC). [Resumo] J Clin Oncol 32 (Suppl 5): A-LBA3 de 2014.
                                                  85. Modest DP, Stintzing S, von Weikersthal LF, et al. Impacto das Terapias subsequentes Sobre o resultado do Fogo-3 / AIO KRK0306 Julgamento: terapia de Primeira Linha com FOLFIRI Além Disso Cetuximab OU Bevacizumab EM PACIENTES COM KRAS Selvagem-Tipo Tumores em Câncer colorretal metastático. J Clin Oncol 33 (32): 3718-26, 2015. [PubMed Abstract]
                                                  86. Hum Grothey, Sobrero AF, Siena S, et al. Os Resultados de Uma fase III randomizado, duplo-cego, Controlado POR placebo, Multicêntrico (correta) de regorafenib Além de Melhores Cuidados de Suporte (BSC) versus placebo Mais BSC EM patients (pts) com Câncer colorretal metastático (mCRC) Que progrediu APOS Terapias Padrão. [Resumo] J Clin Oncol 30 (Suppl 4): A-LBA385 de 2012.
                                                  87. Grothey A, Van Cutsem E, Sobrero A, et al. monoterapia regorafenib parágrafo previamente Tratados Câncer colorretal metastático (CORRECT): Uma Organização internacional, Multicêntrico, aleatorizado 3 Julgamento, Controlado POR placebo, de fase. Lancet 381 (9863): 303-12, 2013. [PubMed Abstract]
                                                  88. Mayer RJ, Van Cutsem E, Falcone A, et al. Estudo randomizado de TAS-102 parágrafo Câncer colorretal metastático refratário. N Engl J Med 372 (20): 1909-1919, 2015. [PubMed Abstract]

                                                  Alterações um Resumo ESTA (2016/08/12)

                                                  Resumos Os de Informação do Câncer PDQ São revistos regularmente e Atualizado Conforme Novas INFORMAÇÕES FOREM disponibilizadas. This Seção descreve como Últimas alterações Feitas Neste resumo a Partir da Acima dados.

                                                  Adicionado à Lista de drogas Ativas e Aprovados parágrafo patients com Câncer colorretal metastático parágrafo Incluir o receptor do fator de Crescimento anti-epidérmico anticorpo (EGFR) versus Fator de Crescimento endotelial anticorpo anti-vascular (VEGF) com a quimioterapia de Primeira Linha e TAS- 102 (tipiracil cloridrato).

                                                  Adicionado Ramucirumab Como Uma nova subseção.

                                                  Adicionado TAS-102 Como Uma nova subseção.

                                                  mensagens Relacionados

                                                  • síntomas OS não Cancro do cólon, Tratamento de … 3

                                                    Quais São OS Tratamentos e de Sobrevivência Para o Cancro do cólon? A Cirurgia E o Tratamento inicial Mais Comum PARA O Câncer colorretal. Durante a Cirurgia, o tumor, Uma Pequena Margem do Saudável circundante …

                                                  • Colon Cancer Treatment POR Stage, palco 0 Câncer de cólon.

                                                    Da Neste Artigo cancros Fase III cancro colorectal Fase III colorretais si espalharam Pará FORA DO cólon parágrafo hum UO Mais gânglios linfáticos (Pequenas Estruturas Que São encontrados POR TODO O Corpo que …

                                                  • O Cancro do cólon – US News, o Tratamento de Câncer de cólon.

                                                    This Seção inclui INFORMAÇÕES Sobre: ​​Cirurgia Um Cirurgia E o Tratamento Mais Comum Para Todos OS Estágios do Câncer de cólon. O Cirurgião PODE removedor o Cancro utilizando UM DOS seguintes Procedimentos: …

                                                  • O Cancro do cólon – Arizona Digestivo …

                                                    Se LHE foi dito Que rápido Você tem Câncer de cólon, Você Não ESTÁ Sozinho. Infelizmente, o Cancro do cólon Tornou-se Bastante Comum em Nossa sociedade. Cada ano, cerca de 155.000 Americanos São diagnosticados como …

                                                  • CEA Monitoramento não Cancro colorectal, ca. cólon

                                                    monitoramento carcinoembriônico antígeno (CEA) EM Doentes COM Cancro colorectal FASE I-IV TEM Sido e continua a Uma Ser Questão controversa na Prática oncologia. RECOMENDAÇÕES variam de bimestral …

                                                  • Cólon e fazer retal Câncer – Tratamento …

                                                    Cólon e retal Opções de Tratamento do Câncer A ESCOLHA fazer Tratamento Depende principalmente da Localização do tumor no cólon UO não recto e fazer Estágio da Doença. O Tratamento Para o colo-rectal …