Avaliação de Polybutylate-Revestido …

Avaliação de Polybutylate-Revestido …

Avaliação de Polybutylate-Revestido ...

Avaliação de Polybutylate-Revestido trançado de poliéster (Ethibond) SUTURAS parágrafo Levator-Advancement Blefaroptose Repair

Ziv Medical Center, Departamento de Oftalmologia, Safed 13100, Israel

Editores Acadêmicos: P. E. Gallenga e H. Toshida

Abstrato

Finalidade. Para avaliar a eficacia e Segurança de poliéster trançado revestido de polybutylate (Ethibond 5-0) sutura parágrafo levator aponeurose sutura parágrafo a superficie do tarso anterior na Cirurgia de Reparação blepharoptosis involutiva. Métodos. Dez Pacientes consecutivos (16 Olhos) com ptose palpebral adquirida, that resultou de levator aponeurose deiscência com boa Função do músculo levantador havia Passado POR Cirurgia e were acompanhados POR, cabelo Menos, um ano. Resultados. De: Não houve alteração significativa between como Medidas MRD1 pós-operatórias. De: Não houve Complicações sepulturas, Como Infecção das SUTURAS, Inflamação, Formação de granulomas UO ptose reincidência de, registrados were. Conclusão. revestido de Polybutylate trançado de poliéster (Ethibond 5-0) sutura e Um material de seguro e Eficaz Para uma Cirurgia de Reparação blepharoptosis involutiva.

1. Introdução

A Rectificação Cirúrgica E geralmente necessaria Para recolocar a aponeurose do músculo levantador da face anterior da plate.One tarsal a Três SUTURAS São Necessárias. materiais de sutura Que São Usados ​​Para esta finalidade incluem seda 6-0, 6-0 OU 5-0 polipropileno (Prolene), 6-0 OU 5-0 poliglactina e 910 (Vicryl). Cada Vantagens material de dez, Bem Como desvantagens Pará uma Cirurgia de ptose.

2. Métodos

2.1. Técnica Cirúrgica

Correlações Entre como Variáveis ​​were calculadas com o Microsoft Excel (Microsoft Corporation, Redmond, Washington, DC, EUA).

3. Resultados

Tabela 1: MRD1 patients em Dez (16 pálpebras) com ptose palpebral.

e pós-operatório Pré-Operatório MRD1 medições São apresentados na Tabela 1. Valores medios, Desvios-Padrão e Intervalos São apresentados na Tabela 2. Os Valores medios MRD1 em UMa semana de pós-operatório were significativamente Maiores fazer que no pré-operatório ( Tabela 2. Figura 1). Como Médias de MRD1 Não Se alterou significativamente de Durante o hum ano, OU Mais, Período de seguimento.

Mesa 2: Pré-operatório e pós-operatório Significa MRD1 (SD) em dez patients (16 pálpebras).

Figura 1: Mudanças NAS Medidas MRD1 os antes e apos a Cirurgia. y -medições MRD1 (mm): Eixo. X -Eixo: Tempo de medições.

4. Discussão

Não foram observadas quaisquer Complicações sepulturas, Infecção Como, Inflamação OU Formação de granulomas Seguinte sutura da superficie do tarso anterior na Cirurgia de Reparação blepharoptosis involutional usando revestido de polybutylate trançado de poliéster Ethibond 5-0. polipropileno Pele Infecções 6-0 apareceu em Dois patients. Sem Incidencias de recorrência ptose were observadas Durante o seguimento de hum ano.

Como hum de material de sutura NÃO absorvível, Ethibond, Como a seda, Diminui a chance de recorrência ptose devido à liberação não. Bartley et al. [9] USADO 6-0 seda parágrafo levator-Avanço de Reparação ptose, com Resultados Bem sucedidos. No entanto, a seda E Sujeito a Degradação gradual e Perda de Força, embora este Processo PODE demorar Vários ano. MUITOS Cirurgiões Encontrar seda o Mais Fácil de Todos os materiais de sutura Para Trabalhar. Por Lado Outro, de seda, Como Uma sutura entrelaçada natural, provoca Inflamação e proporciona Espaços parágrafo O Crescimento bacteriano. eritema significativa em torno de SUTURAS, alinhado-epiteliais FAIXAS de sutura e abcessos de sutura PODE ocorrer com o Uso de seda.

material de Outro de sutura absorvível sintética NÃO E polipropileno (Prolene). MUITOS Cirurgiões USAR polipropileno 5-0 OU 6-0 parágrafo sutura aponeurose parágrafo a superficie do tarso anterior. No entanto, o polipropileno PODE SERVIR Como hum ninho Pará um Infecção e Tem alguma rigidez, O Que PODE Levar um Pelé precoce OU tardia OU Extrusão conjuntiva das SUTURAS Extremidades, e PoDE Ser perturbador patients parágrafo OS.

Poliglactina 910 [10] E UMA sutura de MULTIF ilamento absorvível (entrançado) sintético Que É Utilizado parágrafo Fixar uma levator aponeurose do tarso. Como SUTURAS São revestidas, reduzindo o atrito, Que permite a Passagem Fácil e suave do Tecido. No entanto, como SUTURAS enfraquecer Dentro de algumas Semanas, O Que PODE explicar o Risco de recorrência ptose. Acredito Que o Comum E that uma cicatriz Cirúrgica E forte o Suficiente 1-2 Semanas apos a Operação. SUTURAS absorvíveis CRIAR Mais Inflamação fazer that OS NAO absorvíveis e PoDE Levar Um Formação de granulomas. No entanto, enguias São Menos propensas a servir Como hum ninho Pará um Infecção fazer that como SUTURAS permanentes.

Ethibond demonstrou eficacia Como hum de material de sutura em Outros Procedimentos Médicos. Com um SUA Elevada Resistência à Tracção, Ethibond 5-0 foi mostrado Para proporcionar Uma Fixação adequada do segmento tubérculo osteotomia tibial em artroplastia de Revisão do Joelho, com hum Risco Reduzido de Complicações, em Comparação com OS MÉTODOS convencionais de Fixação de Parafusos e that fios utilizam [11].

O * Tamanho da Amostra do Presente Estudo (10 patients, 16 Olhos) E relativamente Pequeno. Em Outro Estudo, Ethibond 4-0 were Usados ​​Como o material de estilingue POR Suspensão frontal, de SUTURAS granuloma em bilateral 15 patients (30 Olhos). Um Paciente necessitou de Uma excisão granuloma, e abcessos de sutura bilaterais em Outro Paciente solicitado a remoção de SUTURAS. Num Terceiro Paciente derrapagem unilateral fazer nada ocorreu, com o reaparecimento da ptose Nesse Olho.

), E manteve-se constante a Partir Desse Ponto PARA O último fazer Período de Acompanhamento.

Encontramos revestido de polybutylate trançado de poliéster de sutura (Ethibond 5-0) Para Ser hum material de seguro e Eficaz parágrafo sutura levator aponeurose parágrafo a superficie do anterior tarso na Cirurgia de Reparação blepharoptosis involutiva.

Referências

  1. R. L. Anderson e C. Beard, “A aponeurose do músculo levantador. Anexos e Seu significado clínico” Arquivos de Oftalmologia. vol. 95, no. 8, pp. 1437-1441, 1977. Ver no Google Scholar · Ver não Scopus
  2. R. K. Dortzbach e F. C. Sutula, “blepharoptosis Involutional. Um Estudo histopatológico,” Arquivos de Oftalmologia. vol. 98, no. 11, pp. 2045-2049, 1980. Ver no Google Scholar · Ver não Scopus
  3. L. T. Jones, M. H. Quickert, E J. L. Wobig, “A cura da ptose Pela Reparação aponeurotic” Arquivos de Oftalmologia. vol. 93, no. 8, pp. 629-634, 1975. Ver no Google Scholar · Ver não Scopus
  4. O. A. Ilahi, S. A. Younas, D. M. Ho, e P. C. Noble, “Segurança de Nós amarrados com Ethibond, fiberwire, ORTHOCORD OU ultrabraid” American Journal of Sports Medicine. vol. 36, no. 12, pp. 2407-2414, 2008. Ver não Publisher · Ver em Google Scholar · Ver não Scopus
  5. W. G. Everett “, SUTURAS, incisões e anastomoses,” Annals of The Royal College of Surgeons da Inglaterra. vol. 8, pp. 14-16, 1970. Ver em Google Scholar
  6. E. T. Madsen, “Uma Avaliação experimental e clínica de MATERIAIS PARA SUTURAS cirúrgicas. III,” Cirurgia, Ginecologia Obstetricia. vol. 106, n. 2, pp. 216-224, 1958. Ver no Google Scholar · Ver não Scopus
  7. R. W. Postlethwait, “estudo comparativo de Longo Prazo de SUTURAS NÃO absorvíveis,” Annals of Surgery. vol. 171, n. 6, pp. 892-898, 1970. Ver no Google Scholar · Ver não Scopus
  8. M. S. Bajaj, S. S. Sastry, S. Ghose, S. M. Betharia, e N. Pushker, “Avaliação de sutura politetrafluoretileno parágrafo Suspensão frontal em Comparação com poliéster trançado revestido de polybutylate” Oftalmologia Clínica e Experimental. vol. 32, no. 4, pp. 415-419, 2004. Ver não Publisher · Ver em Google Scholar · Ver não Scopus
  9. G. B. Bartley, J. C. Lowry, O. D. Hodge et al. “Resultados ósmio fazer levator-Avanço de Reparação blepharoptosis usando hum protocolo Padrão: Efeito da Mudança de posicionamento da pálpebra induzida POR epinefrina,” Oftalmológico Transações da Sociedade Americana. vol. 94, pp. 165-173, 1996. Ver no Google Scholar · Ver não Scopus
  10. J. V. Linberg, R. J. Vasquez, e G. M. Chao, “aponeurótica Reparação ptose soluçar anestesia local. Previsão de resultados a Partir da altura da tampa operatório,” Oftalmologia. vol. 95, no. 8, pp. 1046-1052, 1988. Ver no Google Scholar · Ver não Scopus
  11. C. R. Deane, N. A. Ferran, A. Ghandour, e R. L. Morgan-Jones, “A osteotomia tibial tubercle Pará Acesso Durante artroplastia de Revisão do Joelho: Técnica de reparo sutura Ethibond,” Distúrbios osteomusculares BMC. vol. 9, Artigo n. 98, 2008. Ver não Publisher · Ver em Google Scholar · Ver não Scopus

mensagens Relacionados

  • Avaliação combinada de medula óssea …

    Fundo Abstrato Métodos Resultados Conclusão Os Resultados do Estudo sugeriram a Análise Conjunta Para Ser Útil Como hum Procedimento de Rotina Para Obter Dados de diagnóstico Mais Preciso e informativo ….

  • Avaliação eletrofisiológica …

    Antecedentes De according com Alguns RELATOS, deixou Paralisia hemidiafragmática devido a lesão do nervo frênico PODE ocorrer apos Cirurgia Cardíaca. O Objetivo Deste Estudo foi documentar OS Efeitos Sobre …

  • Avaliação e Tratamento de peroneal …

    Abstratos fibular Resultados de Compromisso nervo na Queixa clínica de Fraqueza dos dorsiflexores de tornozelo e evertors. This Origem Periférica da Queda do pé TEM SIDO relatada devido a inúmeras …

  • Avaliação e Tratamento de Pós-traumático …

    Por Steven J. Anglés, Attorney at Law A geração de dor TN E Pensado parágrafo resultar de patologia Periférica (E ISTO, um neurovascular compressão) e fisiopatologia central (SEJA OU, hiperatividade fazer …

  • Detecção, Avaliação e Gestão de …

    Medição de hemoglobina Antes da Operação (28 dias) DEVE permitir Que o ritmo de treatment. Anormalidades devem Ser investigadas e tratadas Antes da Operação. Um algoritmo parágrafo orientar o manejo E proposto ….

  • Avaliação e Tratamento da Aguda …

    APRESENTAÇÃO LIVRE. Membros AAFP e assinantes pagos: o Faça o login do Pará ter Acesso grátis. De Todos os Outros: comprar o Acesso online. APRESENTAÇÃO LIVRE. Comprar Acesso Pará on-line ler a version of this article completa ….